Andy Wong/AP
Andy Wong/AP

Ferrer e Goffin são eliminados e Tsonga vai à semifinal na Antuérpia

Tenista francês está na semifinal do torneio de nível ATP 250

Estadão Conteúdo

20 Outubro 2017 | 20h26

A rodada desta sexta-feira no Torneio da Antuérpia foi marcada por decepções da torcida local e pela queda precoce do veterano David Ferrer. O maior revés coube a David Goffin, maior esperança de título da torcida belga. Ele foi eliminado nas quartas de final pelo grego Stefanos Tsitsipas por 2/6, 7/6 (7/1) e 7/6 (7/4).

+ Del Potro vence mais uma e encara Verdasco na semifinal em Estocolmo

Cabeça de chave número 1 do torneio de nível ATP 250, Goffin levou uma dura virada após arrasar o rival no primeiro set, sem sequer ter o saque ameaçado. O belga tampouco cedeu break points na segunda parcial, mas levou a pior no tie-break.

Num terceiro set de altos e baixos para os dois tenistas, com três quebras de serviço para cada lado, Tsitsipas voltou a brilhar no tie-break, fechando o jogo em 2h33min de duelo. Desta forma, o 122º do ranking acabou eliminando o atual 10º colocado da lista da ATP.

Na semifinal, o tenista da Grécia, de apenas 19 anos, vai enfrentar o argentino Diego Schwartzman. O quarto cabeça de chave avançou ao derrotar o quinto, o espanhol David Ferrer por 7/5 e 6/2, num confronto de gerações. O argentino de 25 anos faturou cinco quebras de saque para superar o rival de 35.

A outra semifinal terá um representante da casa. Ruben Bemelmans seguiu vivo na chave ao bater o português João Sousa por 4/6, 7/6 (7/2) e 6/4. Na sequência, o tenista local vai ter pela frente o francês Jo-Wilfried Tsonga. Segundo cabeça de chave, Tsonga despachou o compatriota Julien Benneteau por 7/6 (7/5) e 6/2.

 

BÓSNIOS SURPREENDEM NA RÚSSIA

Os tenistas da Bósnia e Herzegovina seguem fazendo bonito no Torneio de Moscou. Nesta sexta, Damir Dzumhur (38º do ranking) e Mirza Basic (209º) conquistaram seus lugares nas semifinais da competição de nível ATP 250, disputado sobre piso duro.

Sexto cabeça de chave, Dzumhur venceu nesta sexta o italiano Andreas Seppi por 4/6, 6/2 e 6/4, enquanto Basic despachou o local Daniil Medvedev por 3/6, 6/4 e 6/1. Com estes resultados, os compatriotas vão se enfrentar numa das semifinais, num confronto inédito no circuito profissional.

A queda de Medvedev fez com que fosse eliminado o último representante da casa no torneio, ampliando o jejum de títulos de tenistas locais em Moscou. Um russo não é campeão na capital desde Mikhail Youzhny em 2009.

A outra semifinal terá o lituano Ricardas Berankis, que despachou o casaque Alexander Bublik por 7/5 e 6/1, e o francês Adrian Mannarino, algoz do israelense Dudi Sela por 6/7(6/8), 6/1 e 6/2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.