Divulgação
Divulgação

Ferrer estreia com vitória tranquila sobre compatriota no Rio

Cabeça de chave número 2 do torneio brasieliro, espanhol desbanca Daniel Gimeno-Traver por 6/4 e 6/3 e vai pegar Thiemo de Bakker

Estadão Conteúdo

17 de fevereiro de 2015 | 21h37

O espanhol David Ferrer não teve maiores problemas para confirmar o seu favoritismo na estreia do Rio Open, nesta terça-feira, no Jockey Club Brasileiro. Cabeça de chave número 2 do único ATP 500 disputado no Brasil, ele se garantiu na segunda rodada ao bater o seu compatriota Daniel Gimeno-Traver por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3.

Com o triunfo, Ferrer se credenciou para encarar na segunda rodada o holandês Thiemo de Bakker, que na noite da última segunda-feira estreou derrotando o brasileiro Guilherme Clezar por 2 sets a 1.

Ferrer precisou de uma hora e 29 minutos em quadra para confirmar seu favoritismo na primeira rodada do Rio Open. Embora tenha tido o seu saque quebrado por duas vezes na partida, o atual nono tenista do ranking mundial converteu quatro de dez break points para fechar o confronto em sets diretos.

Outro tenista que confirmou favoritismo em jogo terminado há pouco tempo no Rio Open foi Pablo Cuevas. Campeão do Brasil Open no último domingo, em São Paulo, o uruguaio venceu o espanhol Nicolas Almagro por 2 sets a 1, com 4/6, 6/3 e 6/4, e agora terá como próximo adversário um outro tenista da Espanha. Trata-se de Albert Montañes, que neste início de noite superou o argentino Máximo Gonzalez por 2 sets a 1, com 6/4, 4/6 e 6/0.

O eslovaco Marin Klizan, por sua vez, confirmou a sua condição de oitavo cabeça de chave ao estrear com vitória sobre o sérvio Dusan Lajovic, batido com parciais de 6/4, 0/6 e 6/4. O seu próximo rival será o argentino Federico Delbonis.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisRio OpenDavid Ferrer

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.