Ferrer leva susto, mas bate compatriota de virada na estreia em Viena

O espanhol David Ferrer sofreu, mas confirmou a sua condição de cabeça de chave número 1 do Torneio de Viena ao vencer o seu compatriota Albert Ramos-Viñolas por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 1/6, 6/3 e 6/4, nesta terça-feira, em sua estreia no ATP 500 realizado na Áustria.

Estadão Conteúdo

20 de outubro de 2015 | 22h08

Com o triunfo obtido em 1h58min, o atual oitavo colocado do ranking mundial se credenciou para encarar na próxima fase um outro tenista do seu país, Guillermo García-Lopez, que em outro jogo desta terça passou pelo colombiano Santiago Giraldo por 6/4 e 6/3.

No jogo desta terça, Ferrer levou um grande susto ao ser derrotado por um surpreendente 6/1 no primeiro set, no qual o atual 58º da ATP confirmou todos os seus saques e converteu três de quarto break points para abrir vantagem.

No segundo set, porém, o favorito reagiu ao aproveitar duas de três chances de quebra e não ser superado por nenhuma vez com o serviço na mão para fazer 6/3 e empatar o jogo. Já na terceira parcial, ao converter o único break point cedido por Ramos-Viñolas, Ferrer liquidou o confronto em 6/4.

O bom jogo feito por Ramos-Viñolas também evidenciou o momento inspirado vivido pelo tenista, que na semana passada surpreendeu ninguém menos do que o suíço Roger Federer no Masters 1000 de Xangai, onde saiu do qualifying da competição para eliminar o recordista de títulos do Grand Slam com uma vitória por 2 sets a 1.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisTorneio de VienaDavid Ferrer

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.