David W. Cerny/Efe
David W. Cerny/Efe

Ferrer vence Berdich e deixa tudo igual na Copa Davis

Vitória do espanhol deixa decisão do título para duelo entre Almagro e Stepanek

Agência Estado

18 de novembro de 2012 | 13h01

PRAGA - No duelo entre os dois melhores tenistas de cada país, a Espanha levou a melhor contra a República Checa e conseguiu empatar a final da Copa Davis. O triunfo espanhol foi de David Ferrer sobre Tomas Berdych por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 6/3 e 7/5. Agora, o título será definido no quinto e último jogo do confronto, ainda neste domingo, em Praga, entre Nicolas Almagro e Radek Stepanek.

 

A República Checa entrou no último dia da final com a vantagem de 2 a 1 no placar, após as vitórias de Berdych na sexta-feira, quando Ferrer também conseguiu um ponto para a Espanha, e das duplas no sábado. Assim, a equipe anfitriã tinha duas chances para conquistar o título neste domingo, mas já desperdiçou a primeira. Agora, a aposta checa é no jogo decisivo de Stepanek com Almagro.

 

Número 5 do mundo, Ferrer vem fazendo a melhor temporada da sua carreira e não deu chances para Berdych no jogo deste domingo. Mesmo contra um adversário que ocupa o sexto lugar no ranking e jogando diante da torcida checa, o tenista espanhol precisou de 2 horas e 25 minutos para conseguir a vitória por 3 sets a 0, mantendo a Espanha viva na luta por mais um título da Copa Davis.

 

No duelo decisivo da Davis, Almagro leva teórica vantagem e pode dar o quarto título da Espanha nas últimas cinco edições da competição. Número 11 do mundo, ele enfrenta um tenista que ocupa atualmente o 37º lugar no ranking. Mas Stepanek joga em casa e já venceu dois dos três jogos que fez contra o espanhol no histórico do confronto deles no circuito profissional.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisCopa Davis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.