Ferrero pode não disputar Wimbledon

Visivelmente decepcionado e acabrunhado após sua derrota para o brasileiro Gustavo Kuerten, o espanhol Juan Carlos Ferrero tentou explicar sua derrota dizendo que jogou num nível bem inferior às suas últimas partidas, não conseguindo administrar bem as bolas de break que teve a seu favor. Isso afetou seu humor contribuindo para desestabilizá-lo em momentos importantes, principalmente no primeiro set quando o resultado chegou a lhe ser favorável, 4x 3. A partir daí as dificuldades aumentaram, nada deu certo e Guga pode impor seu jogo. Perguntado se tivesse ocasião de repetir a mesma partida quais seriam as mudanças que se imporiam no seu jogo que permitissem chegar a vitória. Sem hesitar, Ferrero respondeu: "O resultado"... Em seguida, sem fazer blague, disse que se tivesse que jogar outra vez essa mesma partida procuraria ser mais calmo, jogar melhor e se concentrar muito mais do que durante a partida de hoje.Apontado como o favorito do torneio pela imprensa , após sua vitória sobre Guga em Roma e sua participação no inicio do torneio Roland Garros, onde só havia cedido um set a seus adversários, o espanhol Ferrero passou a ser chamado de "El Matador" pelos jornais franceses que já admitam até uma final entre dois espanhóis. Isso explica a sua grande decepção, a tal ponto que perguntado quanto tempo levaria para superar essa derrota, talvez a mais importante de sua carreira, ao contrário de sua primeira resposta, Ferrero parou para pensar alguns segundos antes de responder. " Muito pouco, só umas duas semanas... depois tudo irá bem " . Por isso vai descansar na próxima semana e não sabe ainda se irá ou não disputar Wimblendon, pois os dirigentes desse torneio não respeitam a classificação do ranking para escolher os cabeças de chaves. Mesmo tendo saído de cabeça baixa da quadra, Ferrero disse que essa não foi a derrota mais amarga de sua carreira: " Não. Essa foi uma derrota importante, mas sou ainda muito jovem e tenho muito tempo diante de minha carreira".

Agencia Estado,

08 de junho de 2001 | 15h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.