Sebastião Moreira/EFE
Sebastião Moreira/EFE

Fognini valoriza vitória sobre Cuevas: 'Ele já ganhou muitos jogos aqui'

Número 20 do mundo impôs derrota ao uruguaio no Brasil Open após 15 triunfos seguidos

Felipe Rosa Mendes, O Estado de S.Paulo

03 Março 2018 | 15h42

O italiano Fabio Fognini valorizou a vitória sobre o uruguaio Pablo Cuevas, neste sábado, na primeira semifinal do Brasil Open. O atual número 20 do mundo precisou superar o atual tricampeão do torneio paulistano para chegar à final, que será disputada neste domingo, no saibro do ginásio do Ibirapuera.

+ Fognini encerra série de vitória de Cuevas e avança à final

+ Mais notícias de tênis

Fognini levou a melhor pelo inesperado placar de 6/4 e 6/2 e, assim, encerrou uma série de 15 vitórias consecutivas de Cuevas no Brasil Open. "Estou muito feliz. Ele já ganhou muitas partidas e títulos aqui", declarou o italiano, ao fim da primeira semifinal deste sábado.

Ele também valorizou a primeira final logo em sua primeira participação na competição de nível ATP 250. "Estou muito contente por poder jogar minha primeira final aqui. E feliz pelo que estou conseguindo mostrar em quadra", avaliou o tenista, que busca o sexto título da carreira. Seu adversário na decisão sairá do duelo entre o argentino Horacio Zeballos e o chileno Nicolas Jarry.

"Vai ser uma partida muito difícil. Jarry está jogando muito bem nestas últimas duas semanas, ganhou de bons jogadores. E Zeballos saca muito bem, tem uma boa mão. Mas tenho que ficar preocupado comigo, com o que vou fazer em quadra. Estou trabalhando bem, estou me sentindo bem em quadra", comentou Fognini.

Para buscar o título, o italiano conta também com o apoio da torcida brasileira, como aconteceu na semifinal. "Eu tenho um bom feeling com o Brasil e espero que eles me deem o mesmo apoio amanhã porque a torcida brasileira ajuda bastante", declarou.

Mais conteúdo sobre:
tênis Brasil Open Fabio Fognini

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.