França descarta seu herói na Davis

Atual campeã da Copa Davis, a equipe da França desprezou seu grande herói, Nicolas Escude, que foi responsável pela memorável conquista sobre a Austrália na final do ano passado, com vitórias sobre Lleyton Hewitt e Patrick Rafter nas quadras de grama de Melbourne. Agora, jogando em casa, na cidade de Metz, diante da Holanda, numa quadra de saibro coberta, o capitão francês Guy Forget optou por um jogador mais adaptado à superfície lenta: Arnaud Clement.Nesta sexta-feira, Clement vai enfrentar Sjeng Schalken, no segundo jogo do dia. A partida de abertura terá Sebastien Grosjean diante de Edwin Kempes.Em outros confrontos do Grupo Mundial da Davis, a Suécia estará sem o campeão do Aberto da Austrália, Tomas Johansson, contundido, no primeiro dia de jogos contra a Inglaterra. Numa quadra rápida - carpete coberto - em Birmingham, Tim Henman enfrenta Jonas Bjorkman na primeira partida e, a seguir, Greg Rusedski joga com Thomas Enqvist.Na Espanha, Juan Carlos Ferrero abre o confronto diante do Marrocos jogando com Hicham Arazi, numa quadra de saibro em Zaragoza. Alex Corretja faz o segundo jogo contra Younes El Aynaoui.Em Moscou, o russo Marat Safin joga com o suíço Roger Federer e Yevgeny Kafelnikov enfrentará Michael Katrochvil, que entrou no lugar de Marc Rosset, por decisão do técnico.Já os Estados Unidos não deverão ter problemas diante dos eslovacos, que perderam seus dois titulares: Dominik Hrbaty e Karol Kucera, ambos com contusão. Assim, Pete Sampras vai enfrentar Karol Bech, número 268 do ranking, e Andy Roddick pega Jan Kroslak , número 269.Na equipe da Alemanha, o capitão Michael Stich colocou Michael Kohman para substituir Tommy Haas, contundido, no confronto em Zagreg, contra a Croácia de Goran Ivanisevic.

Agencia Estado,

07 de fevereiro de 2002 | 15h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.