França, República Checa e Alemanha avançam às semifinais da Fed Cup

A Fed Cup definiu neste domingo os quatro confrontos da primeira rodada do Grupo Mundial e a classificação mais emocionante para as semifinais foi a da França. Após fechar o primeiro dia perdendo por 2 a 0, as francesas conseguiram a virada e avançaram com um triunfo por 3 a 2 em Gênova, em uma quadra de saibro.

Estadão Conteúdo

08 de fevereiro de 2015 | 18h17

No primeiro jogo do dia, a francesa Kristina Mladenovic, 74ª colocada no ranking da WTA, venceu a italiana Sara Errani, número 13 do mundo, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3. Em seguida, de virada, Caroline Garcia, a número 30 do mundo, bateu Camila Giorgi, 31ª colocada no ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/0 e 6/2.

Nas semifinais, a França vai encarar a República Checa, atual campeã da Fed Cup. Após abrir 2 a 0 no sábado em Quebec, as checas garantiram a passagem para a próxima etapa do torneio com o triunfo de Karolina Pliskova, a número 22 do mundo, sobre Gabriela Dabrowski, 185ª colocada no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2.

Já a Alemanha fez 4 a 1 na Austrália, em série disputada em Stuttgart, ao vencer os três jogos deste domingo. No primeiro duelo, Angelique Kerber, a número 10 do mundo, bateu Samantha Stosur, 25ª colocada no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4. Em seguida, a classificação às semifinais foi assegurada com o triunfo de Andrea Petkovic, a número 12 do mundo, sobre a australiana Jarmila Gajdosova, 54ª colocada no ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 8/6.

Assim, o jogo de duplas teve mero caráter amistoso. E a Alemanha se deu melhor mais uma vez, dessa vez com o triunfo de Julia Goerges e Sabine Lisicki sobre Casey Dellacqua e Olivia Rogowska por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (2/7), 7/6 (9/7) e 10/6. Nas semifinais, a Alemanha terá pela frente a Rússia, que aplicou 4 a 0 na Polônia em Cracóvia.

ESTADOS UNIDOS - Como Serena Williams acabou optando por ficar de fora do segundo dia do confronto com a Argentina pelo Grupo Mundial II da Fed Cup, foi a sua irmã, Venus Williams, quem acabou garantido a passagem norte-americana para a repescagem da elite do torneio, contra uma das equipes eliminadas neste domingo - Polônia, Itália, Canadá e Austrália.

Com os Estados Unidos em vantagem de 2 a 0, em Buenos Aires, Paula Ormaechea ainda manteve a Argentina viva ao bater Coco Vandeweghe por 2 sets a 0, com um duplo 6/4. Depois, porém, Venus assegurou a classificação norte-americana ao vencer Maria Irigoyen por 2 a 0, com parciais de 6/1 e 6/4. Depois, Vandeweghe e Taylor Townsend ainda venceram o jogo de duplas, de caráter meramente amistoso.

Em casa, na cidade de Apeldoorn, a Holanda aplicou 4 a 1 sobre a Eslováquia ao vencer três jogos neste domingo, com Magdalena Rybarikova, Anna Karolina Schmiedlova e a dupla formada por Anna Karolina Schmiedlova e Kristina Kucova.

Já a Romênia passou por 3 a 2 pela Espanha mesmo após Simona Halep perder para Garbine Muguruza por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4. Depois, porém, Irina Begu classificou a equipe romena ao vencer dois jogos, o primeiro deles em simples e o segundo em duplas, ao lado de Monica Niculescu.

Em Helsinborg, na Suécia, a Suíça aproveitou a vantagem de 2 a 0, obtida no sábado, para bater a equipe da casa com o triunfo de Timea Bacsinszky sobre Rebecca Peterson. As suecas Peterson e Johanna Larsson venceram o jogo de duplas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.