STR/AFP
STR/AFP

Francesa surpreende Pliskova e conquista título em Tianjin

Atual 16ª do ranking, Caroline Garcia supera favorita e fecha decisão pelo placar de 7/6 (9/7) e 6/3

Estadão Conteúdo

14 Outubro 2018 | 09h50

Em uma final com as duas principais favoritas em quadra, a francesa Caroline Garcia surpreendeu a cabeça de chave número 1, a checa Karolina Pliskova, e se sagrou campeã do Torneio de Tianjin, na China, neste domingo. A segunda pré-classificada fechou a decisão pelo placar de 7/6 (9/7) e 6/3, em 1h43min.

Garcia, atual 16ª do ranking, vai subir quatro posições no ranking em razão do título conquistado em solo chinês. Ela faturou seu primeiro troféu na temporada, sendo o sexto na carreira. Ela não conquistava um título desde outubro do ano passado, mostrando reação após resultados irregulares nas últimas semanas.

Apesar do triunfo em sets diretos, Garcia fez um duelo equilibrado com Pliskova do começo ao fim. As duas tenistas sustentaram os seus saques no set inicial, sem quebras, embora a francesa não tenha sequer cedido break point, enquanto a checa precisou salvar três deles.

No segundo, Garcia exibiu maior agressividade e faturou duas quebras. A número seis do mundo obteve uma só e não conseguiu ameaçar a vitória da adversária. Com o resultado, cada tenista soma três vitórias no retrospecto direto no circuito.

Como consequência direta da derrota, Pliskova segue em busca da vaga no WTA Finals, o torneio que encerra a temporada ao reunir as oito melhores tenistas do ano, em Cingapura, no fim do mês. Se tivesse sido campeã neste domingo, a checa asseguraria a classificação.

STEPHENS ENTRA

Já a norte-americana Sloane Stephens nem precisou entrar em quadra para garantir sua vaga na competição. Ela contou com tropeços das rivais ao longo da semana para sacramentar a classificação, assegurando a sexta vaga em Cingapura.

Stephens, vice-campeã de Roland Garros neste ano, obteve o lugar no torneio graças em parte ao fracasso de Pliskova na briga pelo título em Tianjin. Também ajudaram as quedas precoces da holandesa Kiki Bertens em Linz e da ucraniana Elina Svitolina em Hong Kong. Faltam, portanto, apenas duas vagas para o WTA Finals. E Pliskova, Bertens e Svitolina estão na briga.

Com os tropeços das rivais, Stephens vai disputar a tradicional competição pela primeira vez na carreira. Contribuíram para a classificação, além do vice em Paris, o título do Torneio de Miami e o vice-campeonato em Montreal.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.