Tim Ireland/AP
Tim Ireland/AP

Franceses vencem e jogam norte-americanos na rota de Bruno Soares no ATP Finals

Brasileiro vai enfrentar Mike Bryan e Jack Sock na semifinal da competição

Estadão Conteúdo

16 de novembro de 2018 | 17h58

Únicos invictos nas duplas, o brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray conheceram nesta sexta-feira os seus adversários nas semifinais deste sábado do ATP Finals, torneio em Londres que reúne as oito melhores parcerias da temporada. Será a dupla formada pelos norte-americanos Mike Bryan e Jack Sock, que perdeu para os franceses Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut por 2 sets a 0, com um duplo 6/2, e ficaram em segundo lugar no Grupo Knowles/Nestor.

No Grupo Llodra/Santoro, Bruno Soares e Jamie Murray ficaram com a primeira colocação com três vitórias - contra os colombianos Robert Farah e Juan Sebastian Cabal, o sul-africano Raven Klaasen e o neozelandês Michael Venus e o finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers.

O jogo de Bruno Soares e Jamie Murray contra os rivais norte-americanos será o primeiro neste sábado, a partir das 10 horas (de Brasília), na O2 Arena. O duelo entre Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut contra Robert Farah e Juan Sebastian Cabal terá início às 16 horas.

Com a vitória de Herbert e Mahut, ficou definida a classificação final do Grupo Knowles/Nestor. Os franceses ficaram em primeiro por terem vencido o confronto direto contra Bryan e Sock - as duas duplas terminaram com duas vitórias e uma derrota. Pela mesma aplicação de regra, o brasileiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot conseguiram terminar na terceira posição, à frente do austríaco Oliver Marach e do croata Mate Pavic.

Melo e Kubot encerram a temporada com a conquista de quatro títulos. Além de Beijing e Xangai, na China, comemoraram no ATP 250 de Sidney, na Austrália, e no ATP 500 de Halle, na Alemanha, sendo ainda vice-campeões no US Open.

"Ficamos felizes com a temporada que tivemos. Começamos o ano complicado, depois conseguimos terminar muito bem, especialmente classificando para o ATP Finals. E hoje (sexta-feira), com essa vitória, jogamos bem. Encerrar com uma vitória é sempre muito bom, especialmente em um Finals. Foi mais um excelente ano, muito feliz por estar aqui jogando pela sexta vez", explicou Marcelo Melo.

"Eu e o Lukasz continuamos firme em 2019 com a parceria. Logicamente queríamos ter classificado, mas não deu. Fizemos o que foi possível. Agora é descansar para começar bem a temporada ano que vem", completou o brasileiro.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.