Gabriela Cé luta, mas perde de favorita e cai nas quartas em Florianópolis

A surpreendente sequência da brasileira Gabriela Cé no WTA de Florianópolis chegou ao fim nesta quinta-feira. A tenista de 22 anos foi eliminada nas quartas de final pela alemã Annika Beck, terceira cabeça de chave, por 2 sets a 0, com duplo 6/3, em 1h32min de partida no saibro do Costão do Santinho.

Estadão Conteúdo

30 de julho de 2015 | 12h37

Atual número 249 do mundo e terceira do Brasil no ranking, Gabriela lutou bastante, como fez nas partidas anteriores, mas não teve forças para resistir à experiência da rival, 68ª da WTA e dona de duas finais no circuito, com um título em 2014.

A brasileira oscilou no saque mais uma vez, com seis duplas faltas e apenas 35% de aproveitamento com os pontos jogados com seu primeiro serviço. Mesmo assim, Gabriela se esforçou bastante contra Beck. Ela obteve cinco quebras de saque, duas no set inicial três na segunda parcial.

Mas acabou virando alvo fácil da tenista da Alemanha por causa da irregularidade no serviço. Beck faturou oito quebras e acabou com as chances de reação da brasileira, que nem chegou a sonhar com a virada, como fez na estreia, quando até salvou match point.

Apesar da queda, Gabriela obteve seu melhor resultado da carreira no circuito profissional. Ela nunca havia alcançado a fase de quartas de final em nível WTA antes de competir em Florianópolis, nesta semana.

Na semifinal, Annika Beck vai enfrentar a vencedora do confronto entre a norte-americana Bethanie Mattek-Sands, cabeça de chave número 5 e atual 115ª do ranking, e a checa Tereza Martincova, 199ª do mundo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.