Miguel Medina/AFP
Miguel Medina/AFP

Gael Monfils bate Isner e pega Novak Djokovic nas oitavas em Paris

Francês passa pelo norte-americano por 2 a 0, parciais de 6/4 e 7/6 e agora desafia o número 1 do ranking pelas oitavas de final

Estadão Conteúdo

29 de outubro de 2014 | 21h58

Se decepcionaram no início do dia, os tenistas franceses se recuperaram na noite desta quarta-feira e empolgaram a torcida presente no Palácio de Bercy. Gael Monfils, Jo-Wilfried Tsonga e até o jovem Lucas Pouille, de apenas 20 anos, venceram seus jogos e avançaram às oitavas de final no Masters 1000 de Paris.

Monfils eliminou o norte-americano John Isner por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/6 (7/4). Na sequência, terá um desafio bem mais complicado pela frente. Seu rival será o sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo e atual campeão do torneio francês.

Tsonga teve mais trabalho para avançar. Ele precisou de três sets para bater o austríaco Jurgen Melzer pelo placar de 6/2, 4/6 e 6/2. Nas oitavas, ele terá pela frente o japonês Kei Nishikori. O sexto cabeça de chave superou o espanhol Tommy Robredo por 6/7 (4/7), 6/2 e 6/3.

Nishikori não jogará motivado apenas pela vaga nas quartas de final. Ele busca garantir vaga no ATP Finals, que reúne os oito melhores tenistas da temporada em Londres, em novembro. O japonês precisa chegar ao menos nas semifinais em Paris para assegurar a classificação. 

Caçula entre os tenistas franceses que entraram em quadra nesta quarta, Lucas Pouille não se intimidou diante do polêmico italiano Fabio Fognini, 16º cabeça de chave, e cravou a zebra pelo placar de 7/6 (7/5) e 7/6 (9/7). Insatisfeito com a derrota, Fognini protagonizou discussão acalorada com o árbitro da partida, o brasileiro Carlos Bernardes, ao fim da partida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.