Pascal Guyot / AFP
Pascal Guyot / AFP

Gael Monfils conquista o tricampeonato do ATP de Montpellier

Francês confirma o favoritismo em casa e se iguala a Nadal e Lendl em ranking histórico

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de fevereiro de 2020 | 15h14

Gael Monfils confirmou seu favoritismo na decisão do ATP 250 de Montpellier, na França, disputada neste domingo. O francês de 33 anos, nono colocado do ranking mundial, derrotou o canadense Vasek Pospisil por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/3, em 1h37 de partida.

Três vezes campeão em Montpellier, Monfils chegou à marca de nove títulos no circuito da ATP - o último havia sido conquistado no ano passado, no ATP 500 de Roterdã, na Holanda. A atual temporada é a 16.ª consecutiva em que ele chega a pelo menos uma final do circuito, o que o coloca na terceira colocação desse ranking histórico, ao lado de Rafael Nadal e Ivan Lendl. À frente deles, apenas Roger Federer (20 temporadas seguidas com pelo menos uma final) e Jimmy Connors (19).

Neste domingo, Monfils e Pospisil fizeram uma partida bastante equilibrada, mas o francês conseguiu quebrar o serviço do adversário na reta final do primeiro set e fez o mesmo no segundo, o que se mostrou decisivo para ele superar um jogador que já foi o 25.º do ranking da ATP, mas atualmente ocupa a 132.ª colocação.

Com os pontos obtidos com o vice-campeonato, o canadense ficará próximo de retornar ao grupo dos cem primeiros colocados do ranking. Nesta segunda-feira, quando a classificação será atualizada, ele vai aparecer na 104.ª posição.

Final na Índia

Outra decisão disputada neste domingo foi a do ATP 250 de Pune, na Índia. O checo Jiri Vesely foi campeão com a vitória por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7-2), 5/7 e 6/3, sobre o bielorrusso Egor Gerasimov. A partida teve 2h11 de duração.

O título conquistado na Índia foi o segundo da carreira de Vesely - o primeiro ele ganhou em 2015, no ATP de Auckland, na Nova Zelândia. O checo, que já foi o 35.º do ranking da ATP, vai pular da 107.ª posição para a 72.ª. Gerasimov, por sua vez, aparecerá na 71.ª colocação, a melhor de sua carreira.

Tudo o que sabemos sobre:
Gael MonfilsVasek Pospisiltênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.