Miguel Sierra/EFE
Miguel Sierra/EFE

Garbiñe Muguruza confirma favoritismo em Monterrey e fatura 1º título em 2018

Espanhola levanta taça após vitória por 2 sets a 1 sobre a húngara Timea Babos

Estadão Conteúdo

08 de abril de 2018 | 22h06

Deu a lógica no Torneio de Monterrey, disputado em quadras duras no México. Mas a final neste domingo não foi tão fácil como todos imaginavam. Depois de chegar à partida decisiva sem perder qualquer set, a espanhola Garbiñe Muguruza foi mais exigida e precisou lutar bastante para derrotar a húngara Timea Babos, 44.ª do ranking, por 2 sets a 1 - com parciais de 3/6, 6/4 e 6/3, em 2 horas e 20 minutos - e conquistar o seu primeiro título na temporada.

+ Cilic atropela, Croácia avança e encara EUA nas semifinais da Copa Davis

+ Ferrer bate Kohlschreiber após 4h51min de batalha e põe Espanha na semi da Davis

Em sua 10.ª final na carreira, a atual número 3 do mundo, de 24 anos, conquistou o seu sexto título na carreira profissional. Campeã em Monterrey na temporada de 2012, Timea Babos chegou pela oitava vez em uma decisão de torneio da WTA, mas permanece com quatro conquistas.

Na lista a ser atualizada nesta segunda-feira pela WTA, Garbiñe Muguruza não deverá ganhar posições por causa do título no México. A espanhola ficará atrás da líder, a romena Simona Halep, e da vice, a dinamarquesa Caroline Wozniacki.

Na chave de duplas, o título em Monterrey ficou com a britânica Naomi Broady e a espanhola Sara Sorribes. Elas bateram a anfitriã Giuliana Olmos e sua parceira norte-americana Desirae Krawczyk ao vencerem a final por 2 sets a 1 - com parciais de 3/6, 6/4 e 10 a 8 no match tie-break.

NOS ESTADOS UNIDOS

O domingo foi bem movimentado no Torneio de Charleston, disputado no saibro verde nos Estados Unidos. Por conta da chuva que caiu no último sábado, as semifinais e a final foram disputadas neste domingo. Quem se deu melhor foi a holandesa Kiki Bertens, que horas depois de vencer uma semifinal duríssima contra a local Madison Keys - 6/4, 6/7 (2/7) e 7/6 (7/5) -, chegando a salvar um match point, foi campeã ao superar a alemã Julia Goerges na final por 2 sets a 0 - com parciais de 6/3 e 6/1, em 58 minutos.

Aos 26 anos, Kiki Bertens conquistou o seu quinto título de WTA na carreira. Todas as conquistas da holandesa aconteceram em quadras de saibro, já que ela também foi bicampeã em Nuremberg, na Alemanha, e vencedora de torneios em Gstaad (Suíça) e Fes (Hungria).

O título fará com que Kiki Bertens suba do 27.º para o 21.º lugar do ranking. Já Julia Goerges, que nas semifinais passou pela russa Anastasija Sevastova - 7/6 (7/5) e 6/3 -, ganha duas posições e aparecerá em 11.º lugar.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisGarbiñe MuguruzaKiki Bertens

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.