Gasquet derrota argentino e conquista o Torneio da Antuérpia

Nº 19 do mundo, francês fez atuação segura diante de Diego Schwartzman

Estadão Conteúdo

23 Outubro 2016 | 14h10

O francês Richard Gasquet confirmou o favoritismo e conquistou neste domingo o título do Torneio da Antuérpia, na Bélgica. Terceiro cabeça de chave, ele não deu espaço para a zebra e fez 2 sets a 0 sobre o argentino Diego Schwartzman com uma atuação segura, parciais de 7/6 (7/4) e 6/1.

Número 19 do mundo, Gasquet fez grande campanha na Bélgica e perdeu somente um set ao longo do caminho ao título. Neste domingo, teve pela frente a maior surpresa da competição, Schwartzman, número 77 do mundo, responsável por eliminar o principal cabeça de chave e dono da casa David Goffin no sábado.

No primeiro set da decisão, parecia que Schwartzman poderia aprontar novamente para cima de um favorito. Em um duelo equilibrado, os dois tenistas levaram a decisão para o tie-break, no qual prevaleceu a superioridade de Gasquet. Somente na segunda parcial o francês teve tranquilidade e confirmou dois break points para derrotar o rival.

Este foi o 14.º título de simples de Gasquet no circuito da ATP, sendo o primeiro na Antuérpia. Foi também a segunda conquista do ano para o tenista, que já havia sido campeão em Montpellier. Já Schwartman perdeu a chance de garantir seu segundo troféu. Também em 2016, venceu o Torneio de Istambul.

MOSCOU - No Torneio de Moscou, o espanhol Pablo Carreño Busta levou a melhor na decisão e faturou seu segundo título na carreira. Cabeça de chave número 6, ele suou, mas confirmou o favoritismo diante do italiano Fabio Fognini ao vencer por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 4/6, 6/3 e 6/2.

Número 36 do mundo, Busta se beneficiou da queda de alguns dos principais favoritos ao longo do caminho, como seus compatriotas Roberto Bautista Agut e Albert Ramos-Vinolas. Em Moscou, o jogador de 25 anos conquistou somente seu segundo título na carreira, sendo o segundo este ano, já que também faturou o troféu em Winston-Salem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.