Gasquet vira sobre Monfils e vai à semifinal em Marselha

Francês Jo-Wilfried Tsonga e australiano Nick Kyrgios também avançam

Estadao Conteudo

24 Fevereiro 2017 | 19h58

Em confronto francês de amigos e colegas de equipe na Copa Davis, Richard Gasquet obteve uma grande virada nesta sexta-feira para superar Gael Monfils, pelo placar de 2 sets a 1, com parciais 6/7 (5/7), 6/4 e 6/2, no Torneio de Marselha. A vitória, após 2h16min de duelo, levou Gasquet à semifinal da competição francesa, de nível ATP 250. O francês Jo-Wilfried Tsonga e o australiano Nick Kyrgios também avançaram à semifinal.

Cabeça de chave número 1, Monfils era o maior favorito ao título. E, contra Gasquet, parecia confirmar a condição na quadra dura de Marselha, ao menos no set inicial, apesar do equilíbrio da partida. Porém, Gasquet passou a pressionar mais o serviço do rival no segundo set e obteve o empate.

Na terceira parcial, o número 19 do mundo assumiu o controle da partida e deu poucas chances a Monfils, 12º do ranking. Sem ter sequer o saque ameaçado, Gasquet foi para cima e não deu descanso ao compatriota até obter duas quebras de serviço e buscar a vitória. Com o resultado, Gasquet reduziu a vantagem de Monfils no confronto direto, agora com seis triunfos, contra sete do compatriota.

Na semifinal, Gasquet terá pela frente outro tenista do seu país. Será Lucas Pouille, quarto cabeça de chave, que derrotou o russo Daniil Medvedev também em três sets: 4/6, 6/1 e 6/4. Os dois tenistas estão empatados no retrospecto direto no circuito profissional, com um triunfo para cada.

A outra semifinal promete maior espetáculo para os torcedores. O confronto vai reunir o local Jo-Wilfried Tsonga, segundo cabeça de chave, e o australiano Nick Kyrgios, terceiro pré-classificado. Tsonga, nesta sexta, despachou o compatriota Gilles Simon por 6/4 e 6/1. Kyrgios, por sua vez, bateu o eslovaco Norbert Gombos por duplo 6/3.

Será o primeiro confronto entre o 11º do ranking e Kyrgios, atual 16º, no circuito. O australiano é o atual campeão em Marselha, enquanto Tsonga levantou o troféu em 2009 e 2013.

Mais conteúdo sobre:
tênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.