González elimina Blake e Haas pega Davydenko nas quartas

O chileno Fernando González, nono no ranking mundial, continua surpreendendo no Aberto da Austrália. Nesta segunda-feira, ele desbancou um dos principais favoritos ao título da competição, o norte-americano James Blake por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 6/4 e 7/6. Aliás, outro tenista que vem muito bem no torneio sem ser apontado previamente entre os grandes favoritos é o alemão Tommy Haas, que também nesta segunda-feira se classificou para as quartas-de-final ao derrotar o argentino David Nalbandián, cabeça-de-chave número oito, por 4/6, 6/3, 6/2 e 6/3. González já havia eliminado o australiano Lleyton Hewitt, chega às quartas do Aberto da Austrália pela primeira vez em sua carreira. Essa foi a quarta vitória do chileno em sete partidas contra Blake, número cinco do mundo. O último duelo entre eles havia ocorrido na primeira rodada da Copa Davis do ano passado, em que o chileno ganhou por 3 sets a 2. Em três confrontos diretos contra Nalbandián, essa foi a terceira vitória de Haas, que foi duas vezes semifinalista (1999 e 2002) no primeiro Grand Slam do ano. Para avançar, ele precisou de 2 horas e 29 minutos para bater o argentino, que já havia passado por dois jogos de cinco sets em Melbourne. Depois de perder o primeiro, Haas quebrou o saque de Nalbandián nos dois sets seguintes logo no começo e não perdeu mais a vantagem, virando o placar para 2 a 1. No quarto set, o alemão, voltou a quebrar o serviço de Nalbandián no game de abertura e novamente no nono game, fechando a partida em 6/3. Agora, o alemão enfrentará o russo Nikolay Davydenko, que venceu o checo Tomas Berdych por 3 sets a 1, com parciais de 5/7, 6/4, 6/1 e 7/6 (7/5). Essa foi a quinta vitória de Davydenko, invicto em confrontos contra Berdych, uma das boas revelação do circuito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.