Guga ainda sonha com Roland Garros

Gustavo Kuerten viaja esta semana para Europa e Estados Unidos em busca de um milagre: passar pela cirurgia e poder voltar a jogar a tempo de disputar o torneio de Roland Garros, que começa na última semana de maio. Bem orientado pela Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), Guga vai atrás da melhor técnica cirurgica e dos mais bem equipados centros especializados do mundo para submeter-se a uma astroscopia, que poderia colocá-lo de volta às quadras a tempo de lutar pelo tetracampeonato em Paris. Apesar dessa possibilidade, Guga já se mostra conformado com a atual e difícil situação. A palavra chave é paciência e não vai apressar sua volta, nem mesmo colocar-se pressão para jogar Roland Garros sem estar em perfeitas condições. Guga vai fazer consultas o ouvir conselhos. Está na sua agenda até passar pelo mesmo médico que operou o sueco Magnus Norman, que voltou a jogar há duas semanas. O tenista também está convencido de que fez o melhor ao esgotar todas as alternativas de tratamento clínico antes de optar pela cirurgia. Se tudo der certo, Guga poderia ter muitas esperanças de jogar em Paris. Atletas com determinação, como Kuerten, costumam fazer verdadeiros milagres. Um dos maiores exemplos de força de vontade no tênis é o do austríaco Thomas Musters. Ele foi atropelado em Miami, quebrou a perna e mesmo com gesso e cadeiras de rodas não abandonava os treinamentos. Como podia usar normalmente os membros superiores, fez uma cadeira de rodas especial em que podia ir para a quadra e bater bola com seu treinador ou mesmo recebendo bolinhas de um canhão. Com isso, não distanciou-se da técnica e quando voltou às quadras foi tão longe nas vitórias que recebeu o título de "rei do saibro", até chegar a ser número 1 do mundo. Venus brilha - Venus Williams irá se transformar nesta segunda-feira na primeira tenista afro amerciana a liderar o ranking mundial assumindo a condição de número 1 do ranking Sanex WTA Tour. Venus foi beneficiada esta semana pelos resultados de Martina Hingis.

Agencia Estado,

24 de fevereiro de 2002 | 18h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.