Guga aposta na temporada no saibro

Eliminado na primeira rodada do Masters Series de Miami, após perder para o sueco Thomas Enqvist por 6/3 e 6/4, Gustavo Kuerten planeja investir ainda mais no que costuma definir como o seu ?ganha pão?, ou seja, a temporada européia de saibro. O tenista brasileiro admitiu que pretende aumentar o número de torneios que disputará e deve participar de cinco competições antes de Roland Garros, que acontece em maio.Como está fora de Miami esta semana e o Brasil não tem de jogar a Copa Davis na próxima, Guga ganhou um tempo maior de preparação para a temporada européia, que agora deve começar no ATP Tour do Estoril, em 7 de abril, e não mais em Montecarlo, em 14 de abril."Até agora foi uma verdadeira correria", afirmou Guga ao comentar seu início de ano, com participações em Auckland, Austrália, Copa Davis na Suécia, Buenos Aires, Acapulco, Indian Wells e Miami. "Finalmente vou ter um tempo maior para o meu ganha pão, a temporada de saibro, onde costumo conseguir meus melhores resultados." Com esperanças de chegar a Roland Garros já dentro do grupo dos dez primeiros, Guga, embora ainda não tenha sido confirmado oficialmente, deve começar a temporada européia jogando no Estoril, em 7 de abril. Depois, ele iria para o Masters Series de Montecarlo (14 de abril) e para o ATP Tour de Barcelona (21 de abril). Aí, após uma semana de descanso, jogaria no Masters Series de Roma (5 de maio), no Masters Series de Hamburgo (12 de maio) e tiraria mais uma semana sem torneios, justamente para se preparar para o Aberto da França, que começa no dia 26 de maio."Já ganhei vários destes torneios e acho que posso fazer boas campanhas", afirmou Guga, ao falar da temporada européia. "Vou me empenhar ao máximo para chegar logo entre os dez. Indian Wells já foi um bom empurrão e agora é esperar que as coisas melhorem ainda mais, mantendo a rotina de treinar de manhã, de tarde e de noite." Nesta semana, Guga deve manter-se entre os 15 primeiros do ranking. Como não jogou em Miami no ano passado, o brasileiro não tinha pontos para defender. Esta vantagem poderá ser importante para aproximar-se dos 10 melhores do mundo em torneios como Estoril e Montecarlo, em que também não esteve em 2002.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.