Guga aprova antidoping no tênis

Ainda em férias, o tenista Gustavo Kuerten sequer sabia que no próximo ano haverá um rígido controle antidoping. Guga só tomou conhecimento de que o tênis, a partir de 2002, seguirá as normas do COI, numa festa de lançamento do livro "Tênis & Saúde", do preparador físico Eduardo Faria, da equipe brasileira da Copa Davis. "Acho que nós temos que ser um exemplo", disse Guga. "Não sei direito ainda como serão as novas regras, mas não me preocupo com isso, tenho certeza de que estarei preparado para os torneios do próximo ano." Animado, bem humorado e com uma camiseta regata, Guga passou por apertos na sua chegada ao bar onde houve o lançamento do livro.Ídolo nacional que raramente viaja para São Paulo, atraiu uma multidão de repórteres e cinegrafistas. Num clima de festa, Guga também mostrou-se indiferente ao fato de ter perdido a liderança do ranking. "Estive pensando nos últimos dias que agora tenho uma meta a alcançar", contou Guga. "Não vejo muita diferença entre o número um e o número dois, mas tenho uma motivação a mais na carreira." Guga planeja voltar nesta quarta-feira para Florianópolis. Quer curtir as férias e promete entrar logo no programa de recuperação física para eliminar de vez uma contusão que o prejudicou especialmente no fim da atual temporada. O tenista não confirmou ainda se vai jogar ou não o aberto da Austrália, em janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.