Guga avisa que voltará a jogar na Davis

Em fase final de recuperação da cirurgia no quadril realizada em 21 de setembro do ano passado, Gustavo Kuerten ainda não poderá integrar a equipe brasileira da Copa Davis para o confronto diante da Colômbia, de 4 a 6 de março, em Bogotá. Mas se o Brasil passar por esta fase, Guga poderá estar no time que, de 15 a 17 de julho, enfrentaria o vencedor do confronto entre Bahamas e Antilhas Holandesas."É claro que a Davis para mim hoje é mais um empecilho do que algo proveitoso para minha carreira. Afinal, na minha atual fase tenho de escolher melhor o calendário, escolher os torneios certos e não me desgastar muito. Por isso, jogar a Davis, em partidas em melhor de cinco sets, poderia ser desgastante. Mas estou disposto a ajudar", avisou Guga. "Sempre gostei desta competição, sei que a torcida espera muito e gosto de abraçar esta expectativa dos torcedores."A afirmação de Guga, que foi para a Costa do Sauípe acompanhar os jogos finais do Brasil Open, acaba com as especulações de que jamais voltaria a defender a equipe brasileira após o boicote do ano passado à Confederação Brasileira de Tênis, quando dirigida por Nelson Nastás. Sua única dúvida fica no aspecto físico. Afinal, não sabe como o seu corpo irá reagir em competições seguidas.Para o confronto contra a Colômbia, o novo capitão brasileiro, Fernando Meligeni, irá anunciar a equipe nesta segunda-feira. Três tenistas já são conhecidos: Ricardo Mello, Flávio Saretta e André Sá. O quarto jogador é que ainda não foi definido.

Agencia Estado,

19 de fevereiro de 2005 | 16h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.