Guga busca reabilitação em Long Island

Em busca da reabilitação, depois de resultados decepcionantes nos Masters Series de Montreal e Cincinnati - perdeu ambos na estréia -, Gustavo Kuerten resolveu jogar o ATP Tour de Long Island, o Waterhouse Cup, torneio que não estava na sua programação. Como vai precisar ganhar ritmo de jogo para o US Open, que começa dia 26 em Nova York, o tenista brasileiro pediu wild card (convite) para jogar em Long Island a partir de segunda-feira.Este torneio é o único disputado na semana anterior ao US Open e tem característas importantes. Possui o mesmo tipo de quadra do Aberto dos Estados Unidos e está a poucos quilômetros de Flushing Meadows. Serve, portanto, como uma perfeita preparação para o último Grand Slam da temporada.Guga, porém, não vai pode cometer os mesmos erros dos últimos torneios. Afinal, o Waterhouse Cup tem bons jogadores na chave principal, como o atual campeão Roland Garros, Juan Carlos Ferrero, e o campeão do ano passado na França, Albert Costa. Jogam ainda em Long Island Jan-Michael Gambill, James Blake, Paradorn Srichaphan, Jonas Bjorkman, Younes El Aynaoui e Fernando Gonzalez, entre outros tenistas que podem atrapalhar os planos do brasileiro na próxima semana.Há muitos ano que Guga não disputa um torneio na semana que antecede um Grand Slam. Tomou como hábito deixar estes dias livres, justamente para entrar na competição mais importante em melhores condições físicas e capaz de suportar jogos em melhor-de-cinco sets. Mas, agora, diante de uma situação difícil, abriu mão da tradição e tenta readquirir a confiança necessária em seu tênis para buscar boa campanha no US Open. Afinal, se conquistar bons resultados em Flushing Meadows, Guga pode ainda sonhar com uma vaga no Masters Cup de Houston.Além de Guga, Flávio Saretta disputa do torneio de Long Island. Depois de ter desperdiçado uma boa chance de alcançar pela primeira vez as quartas-de-final de um Masters Series, ao perder para o argentino Mariano Zabaleta por 2 sets a 1, depois de ter liderado o terceiro set por 4 a 2, o brasileiro também precisa de bons resultados. Apesar da derrota em Cincinnati, Saretta vai estar no grupo dos 50 primeiros colocados do ranking da ATP na próxima semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.