Guga confirma que não jogará a Davis

Como já era mesmo de se esperar, Gustavo Kuerten não irá defender o Brasil na estréia do Grupo Mundial da Copa Davis de 2002. Em recuperação de um problema no lado direito do quadril, Guga preferiu poupar-se do confronto que acontece de 8 a 10 de fevereiro, diante da República Checa, em quadra coberta e de carpete, em Ostrava. Sem seu principal jogador, a equipe brasileira terá uma difícil missão. O time deverá ser convocado nesta terça-feira pelo técnico Ricardo Acioly, com Fernando Meligeni, André Sá, Alexandre Simoni e Flávio Saretta. Ricardo Mello e Daniel Melo seguirão como reservas."Não dá para arriscar", disse Guga em Florianópolis, onde há uma semana vem fazendo fisioterapia. "Não tenho sentido dores nos treinamentos em quadras de saibro, mas preciso respeitar meu corpo."Esta será a primeira vez que Guga deixa de integrar a equipe brasileira da Davis, desde que foi convocado em 1996. Por isso, o tenista lamentou bastante sua ausência e promete ficar torcendo por um bom resultado. "Alguma hora isso teria de acontecer", disse ele. "Alguns jogadores deixam de jogar a Davis para descansar e eu só estou saindo por causa da lesão. Acho que agora é hora de abrir uma chance para outros jogadores estrearem no time."Convencido de que seu pupilo precisa mesmo de um tempo maior de recuperação, o técnico Larri Passos afirmou que agora é hora de preservar Guga e não de apressar sua volta ao circuito. Assim, se tudo correr bem, o tenista brasileiro jogará no ATP Tour de Buenos Aires - torneio em que foi campeão ano passado - a partir do dia 18 de fevereiro, nas quadras de saibro do Buenos Aires Lawn Tennis.

Agencia Estado,

28 de janeiro de 2002 | 16h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.