Guga dá volta olímpica após vitória

Guga nesta quarta-feira encontrou outra maneira particular de comemorar com o público em Roland Garros. Ele deu a volta olímpica na quadra, fazendo o possível para cumprimentar todos os torcedores. No ano passado ele desenhou um coração na quadra, para demonstrar o quanto gosta de jogar em Paris. ?Mais uma vez consegui viver emoções únicas aqui em Roland Garros. O jogo estava duro, eu estava perdendo de 0/2 e 0/40 no meu saque, no quarto set, e talvez um ponto pudesse decidir o jogo. Como todos os anos, tenho de passar por isso, sobreviver a jogos como este e crescer. Foi realmente um dia incrível e um grande teste.?Guga contou também que não estava conseguindo impor seu jogo contra o italiano, mas na primeira oportunidade que teve, no quarto set, não desperdiçou a chance. ?Desde o começo até o final não estava conseguindo encontrar o meu jogo, mas venci e isso é o que importa. Ele estava na frente, mas eu fiquei na quadra, lutando, correndo de um lado para o outro e de repente entrei em uma sintonia com o público, peguei energia da torcida, me empolguei e cresci para caramba. A cada set o jogo se tornava mais divertido, eu ia me sentindo melhor em quadra e quando terminou passei a acreditar que realmente é possível vencer mais uns jogos?, previu.Empolgado, o jogador voltou a dizer que é beneficiado por ?alguma força? quando disputa o Grand Slam francês. ?Mais uma vez me sinto um cara privilegiado e só não perdi porque corri como um coelho, fiz umas duas, três bolas ?espíritas? na hora importante e começou a acontecer coisas que só acontecem para mim aqui em Roland Garros. O jogo estava indo mesmo ?para o saco?, mas a partir do momento que o cara deu uma brechinha as coisas mudaram e mesmo com um break abaixo no quinto set eu senti que o jogo era meu.?O técnico de Guga, Larri Passos, disse: ?O que eu mais queria era ver o Guga na terceira rodada de Roland Garros e ele conseguiu isso três meses depois da cirurgia. Acho que uma coisa que fez a diferença foi ele me ouvir no quarto set, quando eu falei para ele entrar no segundo saque do Sanguinetti.?Por ter vencido dois jogos em Paris, Guga marcou 15 pontos na Corrida dos Campeões e outros 75 no ranking mundial. Campeão de 2001, o brasileiro tem mil pontos para defender.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.