Guga depende da performance em Paris

Confirmado na liderança do ranking mundial pela 41ª semana - fixando-se entre os 10 jogadores de toda história que mais tempo ficaram na posição de número 1 do mundo -, Gustavo Kuerten esta a uma vitória de ser designado como o primeiro cabeça-de-chave no Masters Cup de Sydney, que vai reunir os oito melhores tenistas da temporada, de 12 a 18 de novembro, no Kyle House, um estádio coberto com capacidade para 18,2 mil pessoas. Guga só precisa vencer seu jogo de estréia no Masters Series de Paris, nesta semana, para não sofrer ameaça de perder a condição de primeiro cabeça-de-chave para o australiano Lleyton Hewitt.O ranking mundial, ou de entradas, é o que vai determinar os cabeças-de-chave em Sydney. Nesta classificação, Guga lidera com 4.655 pontos. Tem 255 para defender esta semana em Paris, por ter chegado às semifinais no ano passado. Por isso, Lleyton Hewitt poderia ultrapassá-lo no caso de conquistar o título, somando 500 pontos aos seus 3.985. A vantagem do australiano é a de não defender pontos em Paris.A ameaça desaparece com o simples fato de Guga vencer um único jogo em Paris, o que já seria o suficiente para não perder a liderança no ranking mundial.Na corrida dos campeões, que não vale para determinar os cabeças-de-chave, a situação é diferente. Hewitt está a 54 pontos de distância do brasileiro e poderá ultrapassá-lo esta semana em Paris, dependendo da campanha de cada um dos tenistas. Nesta classificação não há pontos para descontar.As listas do ranking mundial e da corrida irão unificar-se após a disputa do Master Cup, em Sydney. Por isso, a corrida dos campeões será muito importante esta semana para definir os classificados para o mundial. Sete jogadores já estão garantidos: Guga, Hewitt, Agassi, Rafter, Ferrero, Kafelnikov e Ivanisevic. Tim Henman, Tommy Haas, Marat Safin, Sebastien Grosjean e Roger Federer ainda brigam pela última vaga.Ranking mundial (entradas):1) Gustavo Kuerten (BRA) - 4655 2) Andre Agassi (EUA) - 4085 3) Lleyton Hewitt (AUS) - 3985 4) Patrick Rafter (AUS) - 3010 5) Juan Carlos Ferrero (ESP) - 2990 6) Yevgeny Kafelnikov (RUS) - 2785 7) Marat Safin (RUS) - 2670 8) Sebastien Grosjean (FRA) - 2225 9) Tim Henman (GBR) - 2215 10) Pete Sampras (EUA) - 2140 72) Fernando Meligeni (BRA) - 532 100) Alexandre Simoni (BRA) - 445 101) André Sá (BRA) - 444 114) Flavio Saretta (BRA) - 379 Corrida dos campeões:1) Gustavo Kuerten (BRA) - 756 * 2) Lleyton Hewitt (AUS) - 722 * 3) Andre Agassi (EUA) - 684 * 4) Patrick Rafter (AUS) - 557 * 5) Juan Carlos Ferrero (ESP) - 553 * 6) Yevgeny Kafelnikov (RUS) - 488 * 7) Tim Henman (GBR) - 419 8) Tommy Haas (ALE) - 412 9) Pete Sampras (EUA) - 388 10) Sebastien Grosjean (FRA) - 378 11) Marat Safin (RUS) - 369 12) Roger Federer (SUI) - 348 13) Goran Ivanisevic (CRO) - 311 * 64) Fernando Meligeni (BRA) - 102 107) André Sá (BRA) - 51 116) Alexandre Simoni (BRA) - 43 147) Flávio Saretta (BRA) - 21 * jogadores já classificados para o Master Cup

Agencia Estado,

29 de outubro de 2001 | 13h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.