Guga desafia "a besta" no US Open

Gustavo Kuerten vai ter mais um adversário perigoso em seu caminho no US Open de 2001. É um daqueles jogadores que o tenista brasileiro certamente gostaria de evitar: o bielo-russo Max Mirnyi, apelidado no circuito internacional de a "besta " pela fenomenal força de seus golpes e potência do saque. O jogo, marcado para este domingo à noite (21 horas, de Brasília), vale por uma vaga nas oitavas-de-final do torneio. "Sei muito bem como o Max Minyi irá jogar: com saque e voleio", antecipou Guga. "Será a partida inteira do mesmo jeito, sempre agredindo, sem dar ritmo e batendo forte." Com este estilo, Mirnyi já fez muitos estragos na sua carreira, embora jamais tenha conquistado um título importante. Este ano, ostenta uma destas marcas curiosas: é um dos três únicos jogadores que conseguiram vencer o número 1 do mundo, Guga, em quadras de saibro. Venceu o brasileiro na primeira rodada do Masters Series de Hamburgo. Os outros foram Lleyton Hewitt, na Copa Davis, em Florianópolis, e Juan Carlos Ferrero, na final do Masters Series de Roma.Especialmente neste ano, Guga também mostrou ter melhorado bastante seu retrospecto diante de adversários de saque e voleio. Venceu, por exemplo, o australiano Patrick Rafter, na final do Masters Series de Cincinnati, com incrível facilidade, em apenas dois sets. O tenista brasileiro revelou ainda na atual temporada um repertório maior de golpes, com recursos suficientes para superar adversários como Mirnyi. Tanto é que recentemente ganhou de Goran Ivanisevic, nas semifinais do ATP Tour de Indianápolis , numa virada sensacional.Além disso, como revelou Guga, ele costuma melhorar o rendimento a cada partida que disputa num torneio. Na sua estréia diante do checo Daniel Vacek começou bem, mas esteve um pouco irregular a ponto de ter cedido um set. Já na sexta-feira, pela segunda rodada, não deu chances para seu adversário, o dinamarquês Kristian Pless e venceu em três rápidos sets."O Mirnyi é um jogador com estilo parecido com o do Daniel Vacek", comparou Guga. "Vou ter de estar atento as oportunidades, não me desesperar com a quantidade de aces que tomar e ter paciência para encontrar o caminho da vitória."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.