Guga desembarca "para descansar"

Satisfeito com os três troféus na bagagem - dois de simples, em Buenos Aires e Acapulco e também outro de duplas - e cansado, depois de disputar 13 jogos em 16 dias, Gustavo Kuerten desembarcou nesta terça-feira em Florianópolis, para "descansar", como afirmou. Guga não confirmou que irá treinar no complexo da avenida Beira Mar Norte, onde estão sendo construídas quadras de saibro para o confronto Brasil x Austrália, pelas quartas-de-final da Copa Davis, de 6 a 8 de abril.Mesmo porque, agora, o tenista número 1 do mundo vai iniciar, dentro de dois dias, a adaptação às superfícies rápidas para jogar, na próxima semana, o Masters Series de Indian Wells, no cimento.Guga fica descansando até quinta-feira, quando retoma os treinamentos com o técnico Larri Passos nas quadras sintéticas da Astel, em Florianópolis. Na sexta-feira, o tenista viaja para os Estados Unidos para participar do torneio de Indian Wells, em que será o cabeça-de-chave número 1.A vida de Guga na liderança do ranking mundial poderá estar mais tranqüila se for confirmada a desistência de Marat Safin no torneio de Indian Wells. O tenista russo está com uma lesão nas costas e deverá ficar em tratamento por mais uma semana. Como ele é o único que pode ameaçar a condição de número 1 do brasileiro, só mesmo na disputa do Ericsson Open, em Key Biscayne, que Guga voltará a ter sua posição ameaçada."Preferi voltar ao Brasil, ficar alguns dias em casa, e fazer os treinamentos em Florianópolis, do que treinar em algum lugar nos Estados Unidos", disse Guga. "Quero aproveitar estes dois dias para descansar, depois de duas semanas em que joguei bastante." Para ter tranqüilidade e dias calmos em Florianópolis, Guga não quis anunciar, antecipadamente, sua chega ao Brasil. Por isso, também não confirmou sua presença na inauguração do centro de tênis que vai ser sede da Davis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.