Guga e Larri: 15 anos de parceria

A relação entre Gustavo Kuerten e Larri Passos era muito mais do que profissional. Afinal, já durava 15 anos. E, por mais amigável que tenha sido a separação anunciada nesta segunda-feira, ela certamente será dolorida para os dois lados.A história de sucesso dessa parceria já é bem conhecida do torcedor brasileiro. Pouco antes de morrer, Aldo, pai de Guga, praticamente ?entregou? seu filho para ser cuidado por Larri Passos.Com 14 anos, meio desengonçado e incentivado pela família para tentar a carreira de tenista profissional, Guga foi viver em Camboriú, mudando-se para a casa da avó, Olga, justamente para estar próximo de Larri Passos.A família de Guga não tinha muito a oferecer para Larri, que, sentindo a oportunidade nas mãos, investiu na expectativa de sucesso do pupilo, sem se preocupar com o ganho imediato."Lembro bem. O primeiro prêmio em dinheiro que o Guga ganhou, ele chegou para mim e pagou o meu porcentual", contou Larri. "Não esperava que fosse lembrar, mas jamais esqueceu de nada." A vida dos dois pelo circuito internacional foi marcada por muitos sacrifícios, especialmente no início da carreira, e também por inúmeras e intensas alegrias. Para economizar, ficavam hospedados em hotéis baratos e, várias vezes, Larri foi dormir no chão, deixando a cama para Guga.Os dois mantiveram este estilo até mesmo quando não precisavam mais, depois da conquista do primeiro título de Roland Garros, em 1997. Na ocasião, Larri, sempre muito exigente, não quis voltar ao Brasil para comemorações até com desfile em Carro do Corpo de Bombeiros. Manteve a rotina e, sem grandes festas, os dois seguiram para um torneio pequeno em Bologna, na Itália, e outro em Nottingham, na Inglaterra.Nem o milionário prêmio de Roland Garros, nem a certeza de sucesso transformaram o estilo da dupla. Guga e Larri continuaram viajando de trem e o tenista carregando malas, com prazer e determinação.Hoje, com 3 títulos de Roland Garros e a liderança do ranking mundial no currículo, a rotina mudou. A cirurgia de Guga e o longo período afastado das competições - a operação no quadril foi realizada em setembro passado - também foram decisivos para mudar o estilo e o comportamento do tenista. E o próprio Larri, depois do casamento com a jornalista Carla França, ficou mais tranqüilo e passou a concentrar-se mais em seus próprios negócios.Veja os títulos que Guga conquistou como profissional, todos com Larri Passos como técnico:Roland Garros (FRA) - junho de 1997 Torneio de Stuttgart (ALE) - julho de 1998 Torneio de Mallorca (ESP) - outubro de 1998 Masters Series de Montecarlo (MON) - abril de 1999 Masters Series de Roma (ITA) - maio de 1999 Torneio de Santiago (CHI) - março de 2000 Masters Series de Hamburgo (ALE) - maio de 2000 Roland Garros (FRA) - junho de 2000 Torneio de Indianápolis (EUA) - agosto de 2000 Masters Cup de Lisboa (POR) - dezembro de 2000 Torneio de Buenos Aires (ARG) - fevereiro de 2001 Torneio de Acapulco (MEX) - março de 2001 Masters Series de Montecarlo (MON) - abril de 2001 Roland Garros (FRA) - junho de 2001 Torneio de Stuttgart (ALE) - julho de 2001 Masters Series de Cincinnati (EUA) - agosto de 2001 Torneio da Costa do Sauípe (BRA) - agosto de 2002 Torneio de Auckland (NZL) - janeiro de 2003 Torneio de São Petersburgo (RUS) - outubro de 2003 Torneio da Costa do Sauípe (BRA) - fevereiro de 2004

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.