Guga e Meligeni em quadra na Argentina

O ritmo do samba, às vésperas do carnaval, pode dar o tom na rodada da Copa AT&T, em Buenos Aires, que contará com a participação das duas estrelas do tênis brasileiro. Nesta quinta feira, Fernando Meligeni faz um difícil desafio com a revelação argentina Guillermo Coria, por volta das 15h30 (horário de Brasília). E, às 21 horas, Gustavo Kuerten, a grande atração do torneio, joga diante do checo Jiri Vanek. A SporTV anuncia a transmissão das duas partidas.Até agora, argentinos e brasileiros vivem em clima de amistosidade. Mas tudo pode mudar nesta quinta-feira, quando Meligeni duela com o novo queridinho da torcida portenha, Guillermo Coria. Para Guga, porém, não deve haver hostilidades. Afinal, ele é a grande estrela da competição e joga com um tenista da República Checa, Jiri Vanek, número 82 do ranking mundial.Favorito ao título, Guga completou esta semana em Buenos Aires o incrível número de 16 partidas sem perder em quadras de saibro, o seu terreno preferido. Desde maio do ano passado, no Masters Series de Hamburgo, o tenista brasileiro mantém-se imbatível nesta superfície. Afinal, depois de ter vencido na Alemanha, seguiu para Paris e conquistou o bicampeonato de Roland Garros, na primeira semana de junho.Como um dos líderes do ranking, Guga teve de obedecer um calendário rígido em todo o segundo semestre do ano passado, enfrentando desafios em quadras sintéticas, e só agora, no Rio, para a disputa da Copa Davis, com o Marrocos, voltou a jogar e a vencer no saibro.Assim, sua série invicta começou com seis partidas em Hamburgo, derrotando na final o russo Marat Safin, depois ganhou outros sete jogos em Roland Garros, com decisão de título com o sueco Magnus Norman, e agora, no Rio, venceu os marroquinos Karim Alami e Mounir El Ayreej. Na primeira rodada, em Buenos Aires, marcou 2 sets a 0 no australiano Richard Fromberg."Ainda sinto uma certa falta de ritmo", reclamou Guga. "Quem sabe passando mais uma rodada em Buenos Aires ganhe a confiança necessária em meus golpes para deslanchar na competição." Na sua estréia, o brasileiro mostrou um tênis competente diante de Richard Fromberg. Fez um primeiro set impecável, e apenas no segundo descuidou-se um pouco no 4 a 4 e acabou cedendo seu serviço. Logo recuperou-se para vencer o jogo no tiebreaker.Superação - Fernando Meligeni também comemora o início de uma boa fase. Em Buenos Aires, ele já venceu três jogos pelo qualifying e estreou com vitória na chave principal, ao marcar 2 a 0 em Karim Alami. Agora, vem um desafio do jeito que o brasileiro gosta. Vai estar na quadra central, diante de mais de cinco mil pessoas e com torcida contra."Costumo me motivar e me superar nos grandes momentos", afirmou Meligeni. "Às vezes, é meio aborrecido ir jogar numa quadra secundária, distante, quase sem torcida", prosseguiu. "Gosto mesmo de estar no meio da agitação, com àquela vibração da torcida e já estou prevendo muitas dificuldades com o Coria, que vive um momento mágico e é o preferido dos argentinos." Coria recebeu o nome de Guillermo em homenagem a Villas e vem correspondendo às expectativas. É realmente uma das grandes revelações do tênis e os argentinos depositam muitas esperanças em sua carreira. No ano passado, fez campanha brilhante no circuito da Copa Ericsson e no último domingo, conquistou o título do torneio de Viña Del Mar, no Chile.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.