Guga e Mello são esperanças em 2005

Sem Gustavo Kuerten, que deve retornar às quadras apenas em março, o melhor tenista brasileiro em atividade neste início de temporada é o paulista Ricardo Mello, 71º do ranking, que ganhou seu primeiro grande título em Delray Beach, na Flórida, dia 19 de setembro de 2004. Um boa chance de ver o campineiro Ricardo Mello na quadra - e de graça - será o Cobra Classic, no Parque Villa Lobos, que começa nesta segunda-feira, challenger de US$ 75 mil em premiação. Mello é cabeça-de-chave 1 do torneio e estreará contra Julio Silva ao meio-dia.O ano no esporte também começa sob comando de Jorge Lacerda da Rosa, catarinense como Guga, que ganhou a eleição para a Confederação Brasileira de Tênis, depois de dez anos da gestão de Nelson Nastás. O ex-presidente enfrentou o boicote dos melhores jogadores na Copa Davis, que acusavam Nastás de má gestão. O Brasil caiu para a Terceira Divisão e de 4 a 6 de março começa a tentativa de sair do buraco contra a Colômbia.Os jogadores, depois do challenger paulista, iniciam o difícil circuito mundial. O primeiro torneio do Grand Slam começa dia 17, na Austrália. No ano passado, o campeão foi o suíço Roger Federer, líder absoluto do circuito. Conseguirá o suíço manter sua hegemonia? Será interessante ainda acompanhar a carreira da russa Maria Sharapova.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.