Guga enfrenta frio e desafia Robredo

Na fria e úmida Hamburgo, com temperaturas que chegam a rondar os 3 graus centígrados - muito baixas para esse início de primavera na Europa - Gustavo Kuerten entra logo cedo em quadra, nesta quarta-feira, para enfrentar o espanhol Tommy Robredo, no primeiro jogo da central, às 6 horas de Brasília. Será um belo teste às condições do brasileiro, que na estréia não teve muito trabalho para superar o descontrolado e irregular Andrei Pavel. "Estou tendo de usar uma camiseta por baixo para treinar e jogar, por causa do frio", comentou Guga, em Hamburgo.Baixa temperatura não é nada favorável para Guga. E o brasileiro vai precisar de muita disposição para superar Robredo. Afinal, na última vez que se enfrentaram, em Roland Garros de 2003, o tenista espanhol usou e abusou das bolas curtas, aproveitando-se da falta de mobilidade de Kuerten.Hoje em dia, Guga, depois de muito tempo, joga sem dores no quadril.Em Hamburgo confirmou que tem se sentido muito mais confortavel em quadra. "O quadril está bem. Sei que tenho muito o que fazer ainda. Mas a cada jogo sinto-me melhor em quadra. Estou tentando jogar da mesma maneira de alguns anos atrás e ver se posso chegar no limite de antes." Ainda assim, Guga deve sofrer com o frio. Além disso, Robredo é um adversário bastante regular, bate bem de fundo de quadra, está bem colocado no ranking (16.º) e vai exigir muitas trocas de bolas para a definição dos pontos.Esta será a terceira vez que Guga enfrenta Robredo e é a hora do tira-teima, depois de ter vencido uma partida em Stuttgart por 6/4 e 6/1 e ter perdido em Roland Garros, em 2003, por 6/4, 1/6, 7/6 e 6/4.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.