Guga está na semifinal no Sauípe

Superação: esta foi a marca da vitória de Gustavo Kuerten sobre o argentino Franco Squilari por 3/6, 7/5 e 7/5, num resultado que garantiu ao brasileiro um lugar nas semifinais do Brasil Open. Nesta sexta-feira, certamente em mais uma festa da torcida brasileira na Bahia, Guga volta à quadra para enfrentar outro argentino, José Acasuso, em busca de uma vaga na final. Este jogo será às 21h30 com transmissão pela Rede Record e SporTV. A outra semifinal, às 16h30, terá Agustin Calleri diante de Luiz Horna. "Tive de fazer de tudo para conseguir esta vitória", desabafou Guga. "Quando não estava dando certo de fundo de quadra, tentei o saque e voleio. Comecei o jogo de forma meio estranha, mas graças ao incentivo da torcida, que me empurrou nos momentos mais difíceis, consegui me superar." Guga não queria perder este jogo de jeito algum, principalmente por estar no Brasil. E num dia em que não jogou o seu melhor tênis no primeiro set - chegou a estar em desvantagem de 5 a 0 - precisou usar todos os seus recursos técnicos e estratégicos para manter-se vivo na competição. Já no segundo set esteve um pouco melhor, mas sofreu diante de um adversário muito confiante. Squillari vem de excelentes resultados. Passou pelos qualifyings de Viña Del Mar, Buenos Aires e na própria Costa do Sauípe. Com a mão certeira, o tenista argentino arriscou tudo que podia e colocou bolas incríveis. "O Squillari teve seus méritos. Fez uma grande partida", constatou Guga. "A diferença foi que nos momentos decisivos, acho que ele (Squillari) sentiu a pressão e me aproveitei da situação." Com esta vitória, Guga chega à terceira boa campanha do ano. Esteve nas semifinais em Auckland, na final em Viña Del Mar e agora, pelo menos, outra semifinal. "Estou muito feliz por ter chegado a semifinal", revelou. "Agora o que vier é lucro, mas não quero decepcionar esta torcida e vou lutar por um lugar na final." Na última vez em que Guga enfrentou o argentino José Acasuso, número 92 do ranking, foi na final do ATP Tour de Buenos Aires de 2001, em que o brasileiro conquistou o título com vitória de 6/1 e 6/3.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.