Guga estréia em Roma às 16 horas

Não só por ser uma das principais estrelas do torneio, mas também pelo fato de enfrentar uma das poucas esperanças da torcida italiana na competição, Gustavo Kuerten vai fazer sua estréia no Masters Series de Roma no horário nobre: joga com o italiano Davide Sanguinetti, 51º colocado do ranking mundial, nesta terça-feira, às 21 horas (16 horas de Brasília), no campo central do Foro Itálico. A SporTV anuncia a transmissão desta partida.Guga tem uma bela história em Roma. Já conquistou o título em 1999 - ganhou de Patrick Rafter na final - foi por duas vezes vice-campeão - perdendo as decisões de 2000 para o sueco Magnus Norman e a do ano passado para Juan Carlos Ferrero - e em 1998, na primeira vez que disputou a competição, chegou às semifinais, caindo diante do chileno Marcelo Rios."Por tudo isso não escondo de ninguém que Roma é um dos meus torneios favoritos", confessou Guga. O tenista brasileiro também é um dos favoritos da torcida local. Assim como no Brasil, ele é ídolo entre as crianças na Itália. Seu treino, nesta segunda-feira, no Foro Itálico, mais parecia um parque de diversões, com a criançada preferindo correr atrás de um autógrafo de Guga a ver outros tenistas em ação. O clima festivo emocionou o tenista brasileiro. "É muito gostoso estar de volta ao circuito, especialmente num atmosfera dessas", afirmou Guga, que pela manhã treinou no clube Due Ponti e à tarde no Foro Itálico.Todo este clima, porém, não dá a Guga o favoritismo ao título do Masters Series de Roma. Comedido, nesta sua volta às quadras, ele prefere apontar o argentino Gaston Gaudio e os espanhóis Juan Carlos Ferrero e Carlos Moya como os melhores jogadores do momento em quadras de saibro."Não me considero favorito para ganhar em Roma, nem Hamburgo e nem mesmo para Roland Garros", afirmou Guga. "Como já disse, vejo que estes jogadores estão num nível acima do meu e eu vou seguir treinando para chegar neles, sempre correndo por fora."Para seu jogo de estréia, Guga confessa não estar muito preocupado com o adversário (Sanguinetti), mas sim com seu próprio jogo. "Vou entrar na quadra para tentar fazer o mesmo da semana passada, em Palma de Maiorca."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.