Guga fica fora da equipe brasileira na Copa Davis

Time do Brasil encara a Colômbia, de 11 a 13 de abril, em Sorocaba, interior de São Paulo

Chiquinho Leite Moreira, O Estado de S. Paulo

24 de março de 2008 | 18h46

Sem Gustavo Kuerten, nem mesmo como reserva ou convidado especial, a equipe brasileira de tênis foi convocada nesta segunda-feira o confronto com a Colômbia, de 11 a 13 de abril, em Sorocaba (SP), pela segunda rodada do Zonal Americano da Copa Davis. O capitão Francisco Costa preferiu chamar os melhores tenistas em atividade no Brasil atualmente: Marcos Daniel e Thomaz Bellucci para os jogos de simples, além da dupla André Sá e Marcelo Melo. Veja também: Gustavo Kuerten enfrentará Grosjean na estréia em Miami Apesar de não fazer um convite oficial, Francisco Costa acredita que Guga estará em Sorocaba durante os jogos do Brasil na Davis. "Não vejo surpresas nos convocados, pois chamamos os melhores no momento", disse o capitão da equipe brasileira, durante a convocação nesta segunda-feira. "Além dos titulares, convocamos também outros três reservas, João Souza (conhecido como Feijão), Franco Ferreira e Daniel Silva, e mais três juvenis, Rafael Camilo, José Pereira e Guillerme Clezar." Dentro de uma lista tão ampla de jogadores, a não convocação de Guga chegou a causar um mal-estar na entrevista coletiva desta segunda-feira, que começou com quase uma hora de atraso. Enquanto o capitão Francisco Costa torcia o nariz para o interesse de se aproveitar a oportunidade para uma possível homenagem a Gustavo Kuerten em seu ano de despedida, o presidente da Confederação Brasileira de Tênis (CBT), Jorge Rosa, tratou de deixar as coisas mais claras.  "Estamos contando com Guga e o Larri Passos durante os jogos. Não sei exatamente quando eles estarão em Sorocaba, mas estou certo de que virão", afirmou o dirigente. Para Francisco Costa, porém, não há como contar com Guga em quadra. "Ele não tem condições de disputar um jogo em melhor-de-cinco sets, como a Davis. Temos um bom relacionamento e não acho que seja necessário um convite oficial para o Guga ser bem-vindo", explicou. Mesmo sem Guga, sequer para ser homenageado, a CBT acredita num grande interesse do público pelo confronto diante da Colômbia, que conta com jogadores inexpressivos como Alejandro Falla e Santiago Girardo. O vencedor deste duelo estará classificado para o playoff do Grupo Mundial da Davis, em setembro. O estádio em Sorocaba deverá contar com capacidade para 4 mil pessoas e os preços dos ingressos são altos. O pacote mais caro sai por R$ 1,2 mil, ou seja, R$ 400,00 por dia. Para as arquibancadas, hoje com 1,2 mil lugares previstos, o custo para os três dias de disputa será de R$ 230,00. "Já temos dois terços dos ingressos de arquibancadas vendidos", garantiu Jorge Rosa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.