Guga ganha de virada e está na final

Gustavo Kuerten deixou claro que está mesmo disposto a reencontrar o seu melhor tênis. Num jogo bem equilibrado e que precisou mostrar um bom condicionamento físico venceu, de virada, Ricardo Mello por 4/6, 6/4 e 6/4 e garantiu sua classificação para a final do Desafio Petrobrás de Tênis Internacional, na praia de Copacabana. O jogo, apesar de reunir dois tenistas brasileiros, teve ingredientes de uma verdadeira batalha e inesperada rivalidade. A torcida esteve instável. No começo e gritou por Mello, que mereceu o apoio por lutar com determinação em todos os pontos, e depois passou a incentivar a reação de Guga, que revelou força e motivação para vencer o jogo e deixar a quadra aplaudido pelo barulhento e entusiasmado público na praia de Copacabana. Com esta vitória, Guga disputa a final desta exibição diante do argentino Mariano Puerta, que superou o compatriota Juan Ignácio Chela por 6/3 e 6/4. A decisão será às 21 horas desta sexta-feira e um pouco antes, às 19 horas, haverá a disputa do terceiro lugar entre Mello e Chella.

Agencia Estado,

08 de dezembro de 2005 | 23h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.