Guga mantém prestígio e ganha convites para jogar nos EUA

As atuações no Brasil Open, semana passada na Costa do Sauípe (Bahia), renderam bons frutos para Gustavo Kuerten. Mostrando que ainda tem prestígio no circuito profissional da ATP, apesar de ter ficado muito tempo lutando para voltar a jogar depois de duas cirurgias no quadril, Guga recebeu wild cards (convites) para dois importantes torneios da temporada norte-americana de quadras rápidas.Assim, Guga joga na próxima semana o Torneio de Las Vegas. E depois, a partir do dia 5 de março, ele enfrenta seu maior desafio, disputando o Masters Series de Indian Wells, competição com quase US$ 3 milhões em prêmios e na qual pode cruzar com adversários como Roger Federer ou Rafael Nadal.No início do ano, Guga sofreu uma decepção ao ver negado seu pedido de wild card para o Aberto da Austrália, o primeiro torneio do Grand Slam na temporada, disputado em Melbourne. Mas ele não desanimou e manteve seu plano de jogar as grandes competições. ?Sinto-me melhor diante de adversários de nível?, justificou o tenista brasileiro, que já foi número 1 do mundo e é dono de três títulos em Roland Garros.Pensando dessa maneira, Guga encarou o Brasil Open na semana passada, conseguindo bons resultados. Na estréia, derrotou o italiano Filippo Volandri, atual número 44 do ranking mundial. E na segunda rodada do torneio, ele equilibrou o jogo diante do também brasileiro Flávio Saretta, sendo eliminado num apertado 2 sets a 1.Em Las Vegas, o Tennis Channel Open, torneio com US$ 380 mil em prêmios, Guga pode estrear já no domingo. Por isso, viaja nesta quinta-feira para lá. A competição é de formato idêntico ao de Buenos Aires, com uma chave eliminatória (main draw elimination) e, após o primeiro jogo, começa o round robin, em que são formados grupos de três tenistas.No Masters Series de Indian Wells, o formato é bastante conhecido, mas também um pouco diferente dos torneios normais de 32 jogadores. Nesta competição, os cabeças-de-chave folgam na primeira rodada - bem diferente de Guga, que terá que jogar desde o começo.O objetivo de Guga é o de fazer o maior número de jogos para ganhar ritmo e melhorar seu nível técnico. Mas como convidado, pela atual regra da ATP, em vigência a partir deste ano, um jogador só marca pontos no ranking se superar a primeira rodada. Foi o que aconteceu com ele no Brasil Open, onde subiu 340 posições e agora na 736.ª colocação do mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.