Guga muda planos e joga em Stuttgart

Gustavo Kuerten já marcou o seu retorno aos torneios do circuito mundial de tênis. Nesta quinta-feira, durante a entrevista coletiva que concedeu em Camboriú, onde está treinando desde ontem, Guga revelou uma mudança de planos. A previsão do tricampeão de Roland Garros era voltar só no dia 23, no ATP Tour de Los Angeles, mas ele antecipou para dia 16, no Torneio de Stuttgart, o seu último em quadra de saibro na temporada.Após um descanso de 10 dias, Guga está treinando duro na academia de tênis do seu técnico Larri Passos, em Camboriú, pois irá enfrentar uma maratona de torneios até o final de agosto. Além de Stuttgart e Los Angeles, ele participará dos Masters Series de Montreal (a partir de 30 de julho) e de Cincinnati (6 de agosto), do ATP Tour de Indianápolis (13 de agosto) e finalmente, do US Open, o último Grand Slam da temporada, que começa dia 27 de agosto. Com exceção da primeira disputa, na Alemanha, todos os outros torneios serão em quadras rápidas."Sei que perco mais em quadra rápida do que em saibro, mas acho que tenho grandes chances de beliscar aqui, ali e ganhar alguma coisa", afirmou Guga. Afinal, a idéia do brasileiro é somar pontos para continuar na liderança do ranking mundial. "Vou tentar me manter em primeiro", avisou.O técnico Larri Passos acha que o seu pupilo está passando pela melhor fase da carreira. "Ele já conseguiu aumentar a massa muscular e agora, é só manter e dar uma acelerada no final dos treinos", explicou o treinador, que cita como exemplo a performance de Guga na conquista do tri em Roland Garros. "Nunca tinha visto tanta motivação. É uma coisa que não dá para explicar, é sobrenatural."Larri entende que essa fase é fruto do seu trabalho para manter em equilíbrio o lado emocional do tenista. "Não adianta estar com o físico e a técnica em dia, se o principal, que é a mente, não estiver em ordem", justificou o treinador. Para manter esse estágio atual, Guga e Larri têm treinado de quatro a seis horas por dia, alternando preparação física e treino em quadra.Futebol - Guga aproveitou a entrevista para revelar que ficou envaidecido com os elogios feitos pelo novo técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, que disse querer um time com a mesma disposição e amor ao que faz apresentados pelo tenista número 1 do mundo.Gustavo Kuerten negou que tivesse recebido qualquer convite da Confederação Brasileira de Futebol para visitar a seleção na concentração em Teresópolis. Mas adiantou que não poderia ir ao encontro, pois está totalmente concentrado nos treinamentos.Em paz - Depois da conquista do tricampeonato de Roland Garros e dos 10 dias de folga, em que aproveitou para surfar nas praias da Bahia, Guga está de bem com a vida. Ele, inclusive, desmentiu os boatos de que estaria pensando em sair do Brasil para fugir do assédio da imprensa. ?Minha relação com a imprensa sempre foi boa. Falo quando tenho o que falar, como agora", disse o tenista, que não perdeu a chance de criticar a postura de alguns jornalistas. "Acho uma falta de respeito alguém enfiar um microfone na cara de uma pessoa, querendo que ela fale de qualquer jeito."O amor de Guga por Florianópolis é tão grande que ele não se cansa de elogiar o local onde recarrega suas energias após as disputas no circuito mundial. "Lá eu tenho tranqüilidade, saio com meus amigos, vou à boate, à praia", afirmou o tenista, que faz questão de prestigiar todas as coisas da terra natal. Até na música, pois ele revelou que, no momento, está curtindo o som de uma banda local, Dazaranha, e aproveitou também para recomendar o CD do grupo a todos.

Agencia Estado,

21 de junho de 2001 | 16h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.