Guga pega croata na estréia em Lyon

No sul da França, em Lyon, cidade de 1,5 milhão de habitantes, sede do famoso museu de marionetes e também apreciada pela refinada gastronomia, Gustavo Kuerten inicia a temporada de outono/inverno de torneios com um bom e difícil teste: irá enfrentar na primeira rodada do Grand Prix de Lyon, o croata Ivan Ljubicic, jogador de 22 anos, de muita potência em seus golpes e que ocupa a posição de número 49 no ranking mundial e 47 na corrida dos campeões. O data do jogo ainda não foi confirmada, mas deve acontecer na segunda ou terça-feira. Guga, o número 1 do mundo, leva uma ampla vantagem no retrospecto diante de Ljubicic. Já venceu o croata quatro vezes. No confronto entre os dois tenistas, Guga venceu dois em quadras rápidas, em 2001 em Indianápolis por 7/6 e 7/5; e na Olimpíada de Sydney, em 2000, por 7/6 e 6/3. As outras duas vitórias foram no terreno preferido do brasileiro, o saibro, a primeira em Roma, em 2001, por 6/7, 7/5 e 6/4; e em 1996 em Umag, por 6/2 e 6/1. A esperança por outro bom resultado é grande. O objetivo de Guga neste torneio é justamente o de ganhar ritmo e adaptação a esta nova fase de competições, disputadas em quadras cobertas e superfície de carpete. Por isso mesmo, Guga e o técnico Larri Passos já programaram treinos em dois períodos para este sábado. Nesta sexta-feira, só estava previsto um treino físico. No ano passado, Guga alcançou às quartas-de-final em Lyon. Perdeu para o australiano Patrick Rafter. Além das dificuldades da estréia diante de Ljubicic, estão na chave do brasileiro tenistas como o russo Marat Safin, que pode cruzar com Kuerten numa das semifinais, e outros especialistas em pisos rápidos como o australiano Wayne Arthurs ou o bielo-russo Max Mirnyi, que fez contra o brasileiro um jogo memorável este ano no US Open. A competição tem premiação de US$ 800 mil com chave de 32 jogadores. Entre os destaques, além de Guga e Safin, estão Juan Carlos Ferrero, Nicolas Lapenti e os franceses Sebastien Grosjean e Arnaud Clement.

Agencia Estado,

05 de outubro de 2001 | 15h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.