Guga perde na estréia em Buenos Aires

Ainda não foi desta vez que Gustavo Kuerten mostrou sua recuperação. Sem conseguir exibir o seu verdadeiro jogo e parecer nada confortável na quadra, movimentando-se com dificuldades, perdeu na sua estréia do ATP Tour de Buenos Aires, ao cair diante do argentino Agustin Calleri por 2 sets a 1, com 6/3, 6/7 (7/5) e 7/6 (7/4). Guga culpou a falta de ritmo pelo resultado e garantiu que a contusão não foi o principal motivo pela derrota. "Uma série de coisas causaram este resultado, mas a lesão não me atrapalhou e a dor não foi o maior problema", garantiu Guga. "Como fiquei muito tempo sem jogar, não me senti a vontade na quadra e estou ainda longe do meu melhor nível." Por causa destes problemas e de não conseguir executar seus golpes como gostaria e com a conhecida eficiência, Guga parecia inconformado na quadra. Quebrou raquetes e para complicar ainda mais a já difícil situação, logo no primeiro set foi prejudicado por uma marcação do juiz de cadeira, o espanhol Enrique Molina, que se recusou a verificar uma marca e deu ponto para o adversário. Se Guga já não estava contente com seu jogo, este episódio prejudicou ainda mais sua concentração. Acabou cedendo seu serviço por duas vezes, permitindo a vitória de Calleri por 6 a 3. No segundo set, tudo parecia caminhar para um rápido final, quando Calleri abriu vantagem de 3 a 0. Mas, de repente, Guga deu sinais de uma reação e até animou uma verdadeira legião de fãs argentinos. Chegou a empatar a série por 3 a 3 e levou a decisão para o tie break, em que venceu por 7 a 5. Neste set, porém, teve de chamar por atentimento médico, recebendo massagens do fisioterapeuta no local da contusão. Com esperanças de poder marcar sua primeira vitória no ano, mesmo diante das dificuldades, Guga empenhou-se muito no terceiro e usou todos os seus recursos e forças para continuar lutando. Conseguiu levar a decisão para o tie break, em que perdeu por 7 a 4. "Não sei dizer quando vou voltar a mostrar o meu melhor nível", conformou-se Guga. "Talvez vá precisar de mais umas quatro ou cinco partidas, preciso levar um pouco mais de sorte nos próximos jogos e vou torcer para que tenha uma semana melhor em Acapulco." Guga viaja nos próximos dias para disputar o torneio de Acapulco, em que foi campeão no ano passado e confirmou na entrevista coletiva que só pretende passar pela cirurgia no quadril, depois do torneio de Roland Garros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.