Guga perde nas duplas e dá adeus aos Estados Unidos

Em parceria com o equatoriano Nicolas Lapentti, tenista brasileiro leva 2 sets a 0 de Aspelin e Knowle

Chiquinho Leite Moreira, O Estado de S. Paulo

01 de abril de 2008 | 20h17

A história de Gustavo Kuerten com o tênis norte-americano terminou nesta terça-feira, com a derrota do tenista brasileira na chave de duplas do Masters Series de Miami. Ao lado do equatoriano Nicolas Lapentti, Guga foi eliminado na segunda rodada do torneio, ao perder para o sueco Simon Aspelin e o austríaco Julian Knowle por 2 sets a 0, com parciais de 6/0 e 6/3. Apesar da derrota nesta terça-feira, o Masters Series de Miami foi totalmente lucrativo para Guga. Afinal, ele ganhou um wild card (convite) para participar do torneio, recebeu homenagem especial da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) e ainda chegou a ganhar um jogo - pela primeira rodada da chave de duplas -, o que não acontecia há mais de um ano. "Foi bom ter voltado a sentir o gostinho da vitória", disse Guga, na despedida de Miami. "Contra dois especialistas como Aspelin e Knowle, já era mesmo de se esperar que iríamos ter muitas dificuldades." Tanto Aspelin como Knowle jamais tiveram o mesmo sucesso em simples do que alcançaram seus adversários Guga e Lapentti. Mas, no tênis de hoje, os especialistas estão fortes em duplas e plenamente acostumados aos segredos da modalidade. Assim, o sueco e o austríaco não deram chance ao brasileiro e ao equatoriano. A torcida brasileira, na quadra 1 de Crancon Park, até que tentou empurrar Guga em quadra. Com gritos de "agora vai", "acredita", "ainda tem muito jogo pela frente", sonhavam com uma vitória do ídolo que era praticamente impossível. Depois de disputar seu último torneio como tenista profissional nos Estados Unidos, Guga volta agora ao Brasil, para mais uma etapa de sua turnê de despedida. Será ainda em abril, em sua cidade natal, Florianópolis, no Aberto de Santa Catarina. Em casa, ao lado da família e dos amigos, o adeus promete ser emocionante. Depois, Guga jogará ainda o Masters Series de Montecarlo, onde já conseguiu wild card (convite). Tem pretensões de disputar também o Masters Series de Hamburgo, na Alemanha. E fará sua despedida oficial no final de maio, em Roland Garros, torneio em que conquistou três títulos.

Tudo o que sabemos sobre:
Gustavo KuertenATP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.