Guga promete ser agressivo na estréia

Sem as condições físicas ideais, Gustavo Kuerten vai usar uma tática agressiva na sua estréia em Roland Garros. O tenista brasileiro sabe que não pode ficar trocando bolas com o jovem espanhol Nicolas Almagro, de apenas 18 anos. Vai para o tudo ou nada desde o início da partida desta terça-feira. Quer investir no que já foi o seu grande trunfo: os winners, ou seja, as bolas vencedoras, sempre buscando as linhas em golpes violentos. "É o meu estilo", explicou Guga. O seu jogo será na quadra 3 e deve começar por volta das 11 horas (horário de Brasília). Um pouco antes, aproximadamente às 10 horas, Flávio Saretta desafia o ex-campeão do torneio, o espanhol Albert Costa, na quadra 7. "O tênis hoje é mais físico do que técnico", analisou Guga, em uma longa conversa descontraída, nesta segunda-feira, em Roland Garros. ?Não tenho do que reclamar da minha parte técnica, mas se ficar por muito tempo na quadra, as dores no quadril podem me prejudicar e tudo fica mais difícil." Guga sabe que seu adversário, que é apenas o número 130 do ranking mundial, vai também para um tudo ou nada, pois não tem o que perder. É um jogador que está no seu primeiro ano como profissional e buscando resultados significativos. "Hoje em dia não se pode dar nenhuma oportunidade. Viram o que aconteceu com o Agassi e o Gonzalez (ambos perderam na estréia). Por isso, vou ter de tentar me impor desde o começo", revelou o brasileiro. Para não criar muitas expectativas, Guga confessou que tem esperanças de estar em condições físicas bem próximas do ideal e capaz de jogar novamente no nível de antes da cirurgia dentro de uns três meses.Páreo duro - Sem problemas físicos, mas diante de um adversário forte, Flávio Saretta espera pode colocar em prática sua tática preferida, o contra-ataque. Ele fez bons treinos em Paris e está bem preparado. "Vou jogar ponto a ponto e acredito que possa vencer o Costa?, revelou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.