Guga: ranking protegido até janeiro

Acima dos 200 na classificação da ATP, pela primeira vez desde que se tornou profissional em 1995, Gustavo Kuerten disse que vai estender ao máximo o recurso do ranking protegido - na 30ª colocação . O tenista brasileiro conta com esse benefício por mais sete torneios ou oito meses - o que vier primeiro - e irá usar wild cards (convites) para jogar diversas competições e assim estará com sua classificação congelada até janeiro, para disputar o Aberto da Austrália.Guga teve nesta segunda feira a queda mais acentuada de sua carreira. Despencou 120 posições e passou a ocupar a 214ª colocação, em virtude do fato de não ter defendido os 250 pontos das quartas-de-final do torneio de Roland Garros, ano passado.Em Paris, onde esteve treinando com o novo técnico Hernan Gumy, Guga disse que estava consciente dessa grande queda e já tinha seus planos em mente. Vai pedir wild cards (convites) em torneios do ATP Tour, para não gastar os sete eventos que tem disponível, reservando esta opção para competições como US Open, em setembro, e Aberto da Austrália, em janeiro. Não tem seu calendário ainda bem definido, mas é provável que não jogue alguns Masters Series, preferindo competições menores no saibro, como Stuttg art, Kitzbuehel, Umag, entre outros.Agora, Guga é o 7º brasileiro na classificação da ATP, atrás de Ricardo Mello (54), Flávio Saretta (119), André Sá (154), Marcos Daniel (179), Júlio Silva (180) e Franco Ferreiro (206). No feminino, pela primeira vez, em mais de dez anos, o Brasil tem uma jogadora entre as 150 primeiras: Nanda Alves, que aparece neste segunda-feira como número 140. A última a estar entre as 150 foi Andrea Vieira, em 1994.Nadal x Federer - O suíço Roger Federer lidera duas listas de classificação, a da corrida dos campeões e de entradas. Mas nos que mais prêmios ganharam este ano, Rafael Nadal está no topo, com US 2,6 milhões contra US$ 2,4 milhões de Federer.Na corrida, Federer e Nadal empatam com 685 pontos, mas o suíço leva vantagem no primeiro critério de desempate, por ter maior parte dos pontos ganhos em competições do Grand Slam. Mariano Puerta, vice-campeão em Roland Garros, assumiu a 11.ª posição na lista de entradas.No feminino, a campeã Justine Henin Hardenne está em 7.º lugar. Há pouco mais de três meses não aparecia entre as 30. A liderança do ranking ainda é de Lindsay Davenport, seguida de Maria Sharapova. Mary Pierce está em 13ª.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.