Guga revela: "férias serão curtas"

A apenas um jogo de encerrar a temporada de 2001, Gustavo Kuerten garante que suas férias serão bem curtas. Nesta sexta-feira, às 3h30 de Brasília, ele enfrenta o russo Yevgeny Kafelnikov em jogo, a princípio, só para cumprir tabela, mas que, dependendo de outros resultados, poderá mantê-lo na posição de número 1 do mundo, caso, por exemplo, o australiano Lleyton Hewitt não chegue à final do Masters Cup. Sem chances no torneio e amargando sua 8ª derrota nos últimos nove jogos - foi derrotado pelo espanhol Juan Carlos Ferrero na madrugada desta quinta-feira -, Guga resolveu abrir o jogo. Contrariado, ele confessou que há meses vem sentindo uma contusão na virilha e jamais encontrou tempo para fazer o tratamento. "Só se não jogasse os últimos Masters Series, nem mesmo viesse para este Masters Cup", explicou o brasileiro. "Só melhorei quando deixei de jogar Wimbledon, o que foi um grande rolo, mas agora preciso mais tempo para recuperação." Cansado, depois de uma longa temporada, Guga quer voltar logo para casa e ficar uma semana descansando, sem se preocupar com nada. Mas advertiu que não pretende relaxar por muito tempo. "Mentalmente vai dar para descansar legal, mas quero logo iniciar uma fisioterapia, um tratamento para no próximo ano solucionar de vez este problema na virilha." Estes últimos meses foram bastante exigentes para Guga. Jogou vários torneios sem conseguir manter o nível, numa superfície que não gosta, como o carpete, e, como ele mesmo disse, ficou debilitado. Além disso, lembrou com ironia que a Austrália não é o seu melhor lugar no tênis. "Não tenho muita sorte aqui na Austrália", disse. "Nunca joguei muito bem no Australian Open, perdemos duas vezes na Davis para os australianos e agora também não conseguir jogar bem no Masters Cup." Programação - A rodada desta sexta-feira do Masters Cup terá três jogos, com apenas um deles decisivo para classificação, o do espanhol Juan Carlos Ferrero diante do croata Goran Ivanisevic, que definirá o segundo colocado do grupo Ken Rosewall. Os outros três semifinalistas já estão certos: o australiano Lleyton Hewitt, o francês Sebastien Grosjean e o russo Yevgeny Kafelnikov. Os jogos desta sexta-feira começam às 16h30 (3h30 de Brasília) com Gustavo Kuerten x Yevgeny Kafelnikov. Às 18h30 ( 5h30 de Brasília) jogam Ferrero e Ivanisevic e, às 20h30 (7h30), é a vez do duelo entre os australianos Lleyton Hewitt e Patrick Rafter, para o delírio da torcida local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.