Guga só deve estrear na 4ª em LA

A conquista do título do ATP Tour de Stuttgart deverá render um dia a mais de descanso para Gustavo Kuerten, antes de fazer sua estréia no torneio de Los Angeles. A travessia do Atlântico, e depois ainda cruzar os Estados Unidos de costa a costa, parece que convenceu os organizadores da competição a abrir uma exceção à regra e permitir que Guga faça seu primeiro jogo apenas na quarta-feira, diante do francês Michael Llodra. A Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), entidade que determina as regras do circuito profissional, raramente permite em torneios com chave de 32 jogadores, que um jogador faça sua estréia na quarta-feira. Mas, desta vez, a situação exige. Guga deixou Stuttgart pela manhã desta segunda feira, e só era esperado em Los Angeles à noite. A diferença de fuso horário de uma cidade a outra é de nove horas. Por tudo isso, Guga já adiantou que chega aos Estados Unidos sem muitas perspectivas nesta primeira competição. Quer aproveitá-la, principalmente, para iniciar sua adaptação às quadras rápidas, depois de ter se despedido do saibro, com cinco títulos na temporada, o maior número de conquistas de um jogador neste ano. Ranking - Pelo seu bom desempenho neste ano e com o título de Stuttgart, Gustavo Kuerten não só manteve esta semana a liderança do ranking mundial, como aumentou para 460 pontos a diferença para com o vice-líder, o russo Marat Safin. Na corrida dos campeões - que só conta os resultados da atual temporada - Guga subiu uma posição e ocupa agora a vice-liderança, atrás de Andre Agassi. Para ganhar o primeiro lugar, o brasileiro precisa de um milagre em Los Angeles: conquistar o título e torcer para o norte-americano perder na primeira rodada. Assim, os dois estariam na próxima lista empatados com 575 pontos. No ranking mundial, a situação de Guga é bem tranqüila. Não perde a posição de número 1 em hipótese alguma esta semana. Assim, estará garantido como principal cabeça-de-chave no Masters Series de Montreal, competição em que o brasileiro já sonha mais alto. Na lista de premiação, Guga também assumiu a primeira colocação, com US$ 1.642.994,00, seguido de Andre Agassi com US$ 1.636.896,00. Lista de entradas 1. Gustavo Kuerten, Brasil - 4.265 2. Marat Safin, Rússia - 3.805 3. Andre Agassi, EUA - 3.795 4. Juan Carlos Ferrero, Espanha - 3.025 5. Lleyton Hewitt, Austrália - 2.960 6. Yevgeny Kafelnikov, Rússia - 2.645 7. Sebatien Grosjean, França - 2.390 8. Tim Henman, Inglaterra - 2.295 9. Alex Corretja, Espanha - 2.265 10. Patrick Rafter, Austrália - 2.120 87. Fernando Meligeni, Brasil - 480 97- Alexandre Simoni, Brasil - 440 108- André Sá, Brasil - 392 Corrida dos campeões 1. Andre Agassi, EUA - 574 2. Gustavo Kuerten, Brasil - 540 3. Juan Carlos Ferrero, Espanha - 494 4. Lleyton Hewitt, Austrália - 387 5. Sebastian Grosjean, França - 359 6. Patrick Rafter, Austrália - 337 7. Roger Federer, Suíça - 294 8. Alex Corretja, Espanha - 284 9. Tim Henman, Inglaterra - 278 10. Yevgeny Kafelnikov - Rússia - 272

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.