Guga sonha em terminar ano como nº 1

Na melhor temporada de sua carreira, com seis títulos conquistados até agora, Gustavo Kuerten diz estar satisfeito, mas quer mais: sonha em terminar o ano como número 1 do mundo, repetindo o feito alcançado no Masters Cup de Lisboa, em 2000. Guga revelou este seu objetivo, nesta segunda-feira em Florianópolis, onde participou do lançamento no Brasil de um novo modelo de sua raquete Head, a Intelligence. "Tenho o sonho de terminar 2001 como número 1 do mundo", contou Guga, que ganhou de presente do seu patrocinador de raquetes Head, uma prancha de surf. "Tive um ano excelente, além das minhas expectativas, com mais títulos conquistados do que em qualquer outro ano da minha vida. Estou satisfeito, mas ainda quero mais." Para buscar mais um sonho, Guga viajará no dia 4 para uma série de torneios da temporada européia de inverno, em competições de quadras cobertas. Jogará no ATP Tour de Lyon e nos Masters Series de Stuttgart e Paris, além do Masters Cup de Sydney. "Os torneios de Lyon e Stuttgart vão servir para uma adaptação", contou o tenista. "Depois vou arriscar tudo para tentar o melhor em Paris e Sydney." O técnico Larri Passos advertiu que nos próximos dias será muito importante uma boa preparação física para Guga chegar ao Masters Cup de Sydney em perfeitas condições de disputar o título.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.