Guga usará exibição no Rio como teste

Em fase de preparação para a temporada de 2002, o tenista Gustavo Kuerten espera usar a exibição de 3 a 5 de janeiro no Maracanãzinho, no Rio, em desafio diante da Argentina, como uma espécie de teste. Se estiver em boas condições, totalmente recuperado da contusão na virilha, poderia então pensar mais seriamente em jogar o Aberto da Austrália, na segunda quinzena de janeiro, em Melbourne. Caso contrário sua volta ao circuito profissional deverá ser adiada por mais alguns dias. Embora sem confirmação oficial dos organizadores, o desafio Brasil x Argentina terá Guga e Fernando Meligeni diante de outros dois argentinos, que ainda não estão definidos. A torcida carioca ficou com o privilégio de ver Guga em ação, em jogos no Maracanãzinho, logo na primeira semana do próximo ano. A revelação brasileira, Flávio Saretta, que tinha recebido convite para disputar esta exibição no Rio não pôde aceitar. Ele está inscrito no Aberto de São Paulo, torneio válido pela ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) e terá de defender o título conquistado ano passado nas quadras do Parque Vila Lobos. O Aberto de São Paulo terá, além de Saretta, outros bons tenistas da nova geração de jogadores brasileiros, como Alexandre Simoni , Thiago Alves, Júlio Silva, entre outros, todos em busca de pontos no ranking mundial. O Aberto de São Paulo também abrirá as portas para o aparecimento de novos jogadores. De 20 a 28 irá realizar um pré-qualifying com chave de 128 tenistas. Os melhores ganharão vagas no qualifying da competição, de 29 a 30, em busca de um lugar na chave principal do torneio. No ano passado, Saretta foi o campeão ao derrotar na final o argentino Guillermo Coria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.