Gustavo Kuerten é derrotado no Masters Series de Miami

Tenista brasileiro, que realiza uma turnê de despedida pelo mundo, leva 2 a 0 do francês Grosjean

Chiquinho Leite Moreira, Especial para O Estado de S. Paulo

26 de março de 2008 | 17h32

Como já era de se esperar, Gustavo Kuerten perdeu seu jogo diante do francês Sebastien Grosjean, por 6/1 e 7/5, na segunda etapa de sua turnê de despedida no Masters Series de Miami. A surpresa ficou para o seu show de bola no segundo set. Em alguns lances o brasileiro relembrou os seus bons momentos, da época em que dominava os adversários com suas marcas registradas, como a esquerda em paralela, ou a direita cruzada. "Joguei além das minhas expectativas", garantiu Kuerten. "Poderia ter vencido o segundo set e acho que alcancei o meu objetivo, o de jogar bem. Deu mesmo para lembrar da época em que batia na bola com esta mesma potência. Com isso, fica a certeza de que poderei cumprir todas as etapas da despedida sem levar nenhuma surra". Guga ainda joga em Florianópolis, em abril, depois disputa os Masters Series de Monte Carlo, Hamburgo, até o grand finale em Roland Garros. A despedida em Miami não teve a mesma dose de fortes emoções como ficou marcado no seu adeus diante dos brasileiros na Costa do Sauípe, em fevereiro. O jogo diante de Grosjean nem sequer teve transmissão pela TV para o Brasil e a quadra central de Crandon Park, no meio da tarde de uma quarta-feira não estava lotada. Mas a atmosfera contou também com um tom nostálgico. A torcida entusiasmou-se quando o brasileiro teve três chances seguidas de quebrar o serviço do adversário e passou a gritar "Guga...Guga". Em quadra, o ex-líder do ranking mundial e tricampeão de Roland Garros correspondeu as expectativas de uma boa apresentação e fez a sua parte. "Poderia ter vencido o segundo set, mas não sei se levaria o jogo. Não sei como meu corpo iria reagir", disse Guga, que perdeu o primeiro set para Grosjean em apenas 19 minutos e jogou outros 54 minutos para decidir o segundo set.  Em turnê pelo mundo do tênis, Guga irá seguir em Miami. Deve jogar a chave de duplas ao lado de Nicolas Lapentti, e participa de uma série de compromissos, entre eles uma festa com cenários de Hollywood na sexta-feira à noite, onde os norte-americanos estão fazendo credenciamento até mesmo para o ‘red carpet’, com a mídia acompanhando a entradas dos convidados.  Depois de jogos, festas e compromissos em Miami, Guga disse que estará em Sorocaba em abril para acompanhar os jogos da Copa Davis entre Brasil e Colômbia. O tenista não reclamou a não convocação, pois não se sente seguro para jogos de simples em melhor de cinco sets - como na Davis -. "Vou a Sorocaba para treinar com a equipe e torcer".

Tudo o que sabemos sobre:
Gustavo KuertenATPSebastien Grosjean

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.