Haas bate Cilic após batalha de 4h28min em Wimbledon

No jogo mais emocionante de Wimbledon até o momento, o alemão Tommy Haas se saiu melhor na retomada da partida, interrompida na sexta-feira, e superou o croata Marin Cilic, por 3 sets a 2, com parciais de 7/5, 7/5, 1/6 6/7 (3/7) e 10/8, após 4 horas e 28 minutos de confronto.

AE, Agencia Estado

27 de junho de 2009 | 13h30

O jogo foi interrompido no início da noite de sexta por falta de iluminação natural. O placar estava empatado em 5 games a 5 no quinto e último set. Cada jogador já havia desperdiçado dois match points cada, em uma partida que levantou o público londrino.

Na continuação do jogo, Haas manteve a concentração e quebrou o saque de Cilic, número 13 do mundo, no 17º game do set e abriu vantagem para fechar a parcial em 10 a 8 - não há tie break no quinto set em torneios de Grand Slam.

Com a vitória, o alemão avançou às oitavas de final, quando vai enfrentar o russo Igor Andreev, que bateu o italiano Andreas Seppi, por 3 sets a 1, parciais de 6/1, 7/6 (7/5), 4/6 e 7/6 (7/5), em partida que também foi completada neste sábado após interrupção na sexta.

Outra longa batalha aconteceu na partida entre o checo Radek Stepanek e o espanhol David Ferrer. Stepanek abriu duplo 7/5, mas cedeu o empate ao espanhol, que fez 6/3 e 6/4. O checo, porém, foi melhor no último set e fechou em 6/4, depois de 3h40min de jogo.

Nas oitavas, Stepanek vai enfrentar o australiano Lleyton Hewitt, que superou o alemão Philipp Petzschner por 3 a 0 - 7/5, 7/6 (7/3) e 6/3. Também neste sábado, o russo Nikolay Davydenko decepcionou e caiu diante do checo Tomas Berdych, que não deu chances ao rival e aplicou 3 a 0 (6/2, 6/3 e 6/2). Berdych vai encarar o vencedor do confronto entre o americano Andy Roddick e o austríaco Jurgen Melzer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.