Kamran Jebreili/AP
Kamran Jebreili/AP

Halep derrota Rybakina de virada em Dubai e conquista seu 20º título

Torneio é o primeiro da romena desde que ela foi campeã em Wimbledon, em julho do ano passado

Redação, Estadão Conteúdo

22 de fevereiro de 2020 | 16h02

Simona Halep conquistou neste sábado o 20.º título de sua carreira. A romena de 28 anos, segunda colocada do ranking mundial, derrotou na final do WTA de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, a casaque Elena Rybakina, 19.ª do mundo, por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/3 e 7/6 (7/5).

O título conquistado em Dubai foi o primeiro de Halep desde que ela foi campeã em Wimbledon, em julho do ano passado. Vencedora nos Emirados Árabes pela segunda vez (a primeira foi em 2015), ela teve uma campanha difícil, com três jogos vencidos de virada, inclusive a decisão. No jogo contra a tunisiana Ons Jabeur, Halep chegou a salvar um match point.

Rybakina, que tem feito uma ótima temporada (título em Hobart e vice-campeonatos em Shenzhen, São Petersburgo e Dubai), dominou o primeiro set, em que só teve alguma dificuldade para confirmar seu serviço no último game. Na segunda parcial, a romena assumiu o controle do jogo e venceu com tranquilidade.

O terceiro set foi o mais equilibrado da partida. As duas jogadoras se mostraram instáveis e as quebras de saque foram frequentes. No tiebreak, a casaque de 20 anos chegou a ter 5/4 a seu favor no placar, mas cometeu três erros seguidos, o que se mostrou fatal.

"Lutei muito, eu realmente queria vencer o torneio porque adoro jogar aqui. Dei tudo o que eu tinha e agora estou morta", disse Halep, que desistiu de participar do WTA de Doha, que tem início neste domingo. A romena elogiou muito o saque de Rybakina. "Eu ficava olhando para o placar para ver a velocidade do saque dela. Algumas vezes eu não consegui tocar na bola, era difícil devolver."

Uma semana depois de perder para o francês Gael Monfils na final do ATP de Roterdã, o jovem canadense Felix Auger-Aliassime disputará neste domingo a decisão do ATP de Marselha, na França. Ele se classificou com a vitória na semifinal por 2 sets a 0 (7/5 e 7/6 (7/2)) sobre o francês Gilles Simon.

Na decisão, Auger-Aliassime vai encarar outra grande revelação do circuito, o grego Stefanos Tsitsipas, atual campeão do torneio. Sexto colocado do ranking mundial, ele bateu neste sábado o casaque Alexander Bublik por 2 a 0 (7/5 e 6/3).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.