AFP
AFP

Halep e Sharapova vencem fácil na estreia em torneio na China

Romena e russa começam a temporada 2018 com o pé direito em Shenzhen

Estadão Conteúdo

01 Janeiro 2018 | 10h55

A romena Simona Halep e a russa Maria Sharapova abriram com vitória a participação na temporada 2018 do tênis. Nesta segunda-feira, elas triunfaram com facilidade e em dois sets nos seus respectivos jogos de estreia no Torneio de Shenzhen, na China.

+ Bia Haddad Maia admite 'longo caminho a trilhar', mas projeta um 2018 positivo 

Campeão do evento em 2015, Halep joga em Shenzhen como número 1 do mundo. E a romena não decepcionou nesta segunda e venceu fácil a norte-americana Nicole Gibbs, a 110ª colocada no ranking da WTA, por 6/4 e 6/1, em 1 hora e oito minutos. 

A chinesa Ying-Ying Duan será a sua adversária nas oitavas de final. "É a minha primeira vitória este ano como o número 1 do mundo, então estou feliz e aproveitando o tempo", afirmou a romena. 

Com ainda mais facilidade do que Halep, Sharapova, hoje a número 59 do mundo, derrotou a romena Mihaela Buzarnescu (56ª) por 6/3 e 6/0, em 1 hora e 20 minutos. "É sempre bom começar o ano com uma vitória. No geral, após alguns break points no início, eu firmei o jogo e terminei a partida bem", disse. 

Agora, a russa terá pela frente a norte-americana Alison Riske no seu próximo compromisso em Shenzhen. E Sharapova prevê um duelo difícil após a rival eliminar a chinesa Wang Qiang, uma das cabeças de chave do evento, na sua estreia. 

"Ela bateu uma favorita ontem, eu sei que terei uma partida difícil. Mas eu só quero continuar jogando melhor e continuar melhorando, não importa quem esteja do outro lado da rede", comentou. 

 

Nos outros jogos do dia em Shenzhen nesta segunda-feira, a montenegrina Danka Kovinic, a russa Ekaterina Alexandrova, a húngara Timea Babos, a casaque Zarina Diyas e as chinesas Shuai Zhang e Yafan Wang triunfaram na estreia e se garantiram nas oitavas de final.

Mais conteúdo sobre:
Simona Halep Maria Sharapova

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.